Thinkseg
Seguro

Seguro pago por uso após a pandemia vai valer a pena?

Compartilhe em:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
seguro auto pago por uso

Entenda quais são os benefícios da modalidade, mesmo quando o isolamento social acabar

Uma das modalidades de serviços que mais tem crescido nos últimos meses, o seguro pago por uso tem ganhado cada vez mais adeptos, uma vez que oferece uma proposta mais justa para os seus clientes. 

Isso porque, diferente dos seguros para carrro tradicionais, no Pay Per Use – como também é conhecido – você só paga o quanto rodar com o carro. E, diante do cenário atual de isolamento social, as pessoas têm saído cada vez menos de casa. 

Neste sentido, uma dúvida surge relacionada essa questão: mas e quando tudo isso acabar, esse tipo de seguro ainda vai valer a pena? 

A resposta para essa e outras perguntas você encontra a seguir! Acompanhe. 

A história do seguro pago por uso

Antes de mais nada, é importante entender o que é esse tipo de seguro. 

Apesar de ser algo que já deveria fazer parte do nosso cotidiano há tempos, o seguro pago por uso é novo por aqui. 

Implementado no Brasil por uma startup visionária – a Thinkseg – a modalidade chegou recentemente. Apesar do pouco tempo, já conquistou o confiança da população que sempre buscou alternativas mais viáveis para proteger seu veículo a um preço mais justo. 

Em um passado não tão distante, o seguro auto era algo praticamente inacessível para determinado público, uma vez que os valores praticados pelas seguradoras eram, na maioria das vezes, inviáveis. 

Com a cobrança de altos valores pelas apólices, tratava-se de um serviço pouco personalizado. Para oferecer uma proteção completa para os veículos, os seguros custavam muito, além do que a maioria das pessoas poderia pagar. 

No entanto, com o objetivo de democratizar e tornar o mercado de seguros mais acessível e personalizado, surge o Pay Per Use. 

Completamente digital e aliado às tecnologias, essa modalidade visa atender essa demanda por um serviço completo, sem burocracias ou letras miúdas. 

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Como esse seguro funciona?

seguro auto pago por uso pós pandemia

Basicamente, o seguro pago por uso funciona da seguinte forma: você inicia o processo de cotação e contratação de forma completamente digital (tudo é feito pelo site ou app) e paga somente uma mensalidade simbólica por mês, mais o valor de alguns centavos por quilômetro rodado. 

Sem entrelinhas ou informações escondidas. Tudo é muito claro para que o segurado saiba exatamente o que ‘consumiu’ durante aquele mês. Ele pode acessar essas informações diretamente no app quando desejar. 

Além disso, o seguro auto pago por mês oferece cobertura completa para atender às suas necessidades, como por exemplo: 

  • Cobertura para roubo e furto, com indenização de 100% da Tabela FIPE;
  • Assistência 24 horas;
  • Serviço de guincho 24 horas;
  • Chaveiro;
  • Cobertura para terceiros;
  • Reparo de vidros.

Qual a vantagem de contratá-lo durante a pandemia?

Diante da nova realidade com a chegada do coronavírus ao Brasil, muitas pessoas buscaram cortar despesas e cancelar serviços que não estavam mais usando. 

Neste sentido, quem tinha uma apólice de seguro auto e cancelou, ficou completamente desprotegido. As pessoas acreditaram ter sido a melhor escolha para economizar, uma vez que em isolamento social, supostamente não estava mais tão exposta aos riscos. 

No entanto, sabemos que não funciona bem assim. Embora o carro não esteja sendo usado com a mesma frequência, nunca estamos 100% livres dos perigos, principalmente no caso de quem vive nas grandes cidades. 

Por isso, a contratação de um seguro mais personalizado e econômico se mostra como uma opção mais viável para manter o seu carro protegido, mas sem precisar gastar uma fortuna para isso. 

Afinal, seguindo a linha de raciocínio, se você só paga o quanto usar, mas pouco está saindo de casa, não irá ter grandes custos no final do mês. 

Mas, e quando tudo isso acabar? Ainda vai valer a pena?

A resposta para essa pergunta na verdade, é bem simples. Sim, o seguro pago por uso ainda vai valer a pena. 

Isso porque, ele costuma ser até 50% mais em conta do que os seguros tradicionais, levando em consideração uma pessoa que usa o carro de forma moderada. 

Se você, por exemplo, só utiliza o carro aos finais de semana, e dá preferência para os meios de transportes alternativos para se locomover até o trabalho, não tem com o que se preocupar. 

Já se você usa o carro diariamente, mas ainda sim quer pagar menos no final do mês, esse seguro também é para você, afinal, são poucos centavos por quilômetro rodado. 

Além disso, essa proposta pode ser um incentivo para que você repense seus hábitos, uma vez que o carro também é um dos grandes responsáveis pela poluição ambiental. 

De fato, seja na pandemia ou depois que tudo isso passar, o seguro auto pago por uso é a melhor saída para que você possa proteger o seu carro e ainda economizar. Aí ainda pode sobrar mais dinheiro para investir em outras coisas que desejar!

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Saiba como funciona o seguro para carro elétrico
Depois de bater recordes no último ano, a venda de carros eletrificados segue em alta em 2022. Houve uma...
Seguro cobre parabrisa quebrado?
Você está dirigindo na estrada e, de repente, escuta um estalo e percebe que uma pedra atirada por um...
Veja como evitar contratar um seguro auto pirata
Nos anos 1980, o comercial do xampu anticaspa Denorex ficou famoso pelo slogan “Parece remédio, mas não é”. Na...
Por que todos os motoristas nos Estados Unidos têm Seguro Auto?
Há vários anos, a porcentagem de veículos com algum tipo de seguro no Brasil está em torno dos 30%....
Proteção veicular: o que é e qual a diferença para um seguro tradicional?
Nos últimos anos, popularizou-se no Brasil a chamada proteção veicular como uma alternativa mais econômica ao seguro auto convencional....
Conheça o inDriver: app de Mobilidade Urbana que te dá liberdade de escolha
Presente no Brasil há cerca de três anos, o inDriver é mais uma opção de aplicativo de transporte individual....