Thinkseg
Seguro

Tabela de seguros de carros mais caros no 1º semestre de 2019

Compartilhe em:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Tabela de seguro de carro

Antes de comprar um carro, é preciso colocar na ponta do lápis todos os gastos futuros

O primeiro semestre de 2019, como já era esperado, indicou a lentidão na movimentação da economia. No entanto, as montadoras não sentiram tão fortemente esses reflexos e continuaram marcando presença no mercado de automóveis.

A venda de carros novos subiu em média 12% só nos três primeiros meses do ano. De acordo com dados fornecidos pela Fundação Getúlio Vargas, aproximadamente 608 mil veículos foram comercializados de janeiro a julho.

Até agora estamos falando apenas de um contexto específico: venda de carros. Mas, quando a gente adquire um veículo, a preocupação não deve ser apenas com o valor de mercado.

Existem outras coisas para as quais devemos voltar nossa atenção e que fazem toda a diferença na hora do balanço das finanças. Uma delas é o seguro de carro. Confira os dados da tabela de seguro de carro e descubra quais foram os valores mais altos pagos por esse serviço no primeiro semestre de 2019.

Custos que devem ser planejados

Carros, como você já deve saber, requerem gastos contínuos. Licenciamento, DPVAT, manutenção, troca de pneus, limpeza, combustível, pedágio e estacionamento são alguns dos contextos que implicam em gastos quando se tem um automóvel particular.

Nessa lista, o seguro não pode ficar de fora. Afinal, estamos falando de uma proteção muito importante que serve para antecipar possíveis dores de cabeça ou problemas mais sérios decorrentes de colisões, falhas mecânicas entre outros.

A questão aqui não é discutir a necessidade de se contratar ou não um seguro para carro. Na verdade, isso nem deve entrar em pauta, não é? Se você valoriza o bem que adquiriu, deve ter em mente que é necessário investir em um serviço de assistência caso ocorram imprevistos.

O que queremos é chamar sua atenção, não pelo que se paga, mas o quanto se paga. Então vamos lá!

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

De olho nos valores

A partir do levantamento de preços de seguro mais caros no primeiro semestre de 2019, chegamos aos seguintes dados (respira fundo porque os valores são surpreendentes!):

Primeiro lugar

No topo do ranking da tabela de seguro de carro 2019 está o Ford Ranger, com um seguro que custou por volta de 15 mil reais.

Segundo lugar

Em seguida, o VW Amarok aparece na tabela, com o valor aproximado de 11 mil.

O VW Amarok fica na segunda posição na tabela de seguro de carro em 2019

Terceiro lugar

Na terceira posição está o valor do seguro do Renault Duster. Foi de, mais ou menos, 7.250 reais.

Quarto lugar

Logo depois do Renault Duster está o Chevrolet S10, cujo preço do serviço foi em torno de 7 mil.

Quinto lugar

Na quinta posição, Fiat Toro contou com um seguro de, aproximadamente, 6.900 reais, valor que se aproxima do preço do serviço contratado para o Jeep Compass.

Na faixa de 5k

Na casa dos 5 mil reais estão o Toyota Corolla, Honda HR-V, Jeep Renegade, VW Saveiro, Ford EcoSport, VW Voyage, Honda Civic e Chevrolet Cruze.

Na faixa de 4k

Proprietários dos modelos Hyundai HB20, VW Gol, VW Virtus, Toyota Hilux, Fiat Cronos, Renault Logan, Fiat Siena, Honda City, Honda WR-V e Renault Oroch pagaram pelos respectivos seguros os valores que estão na casa dos 4 mil reais.

O que esses preços representam para cada proprietário?

Levando em consideração que São Paulo, por exemplo, é uma cidade que enfrenta problemas diários de engarrafamento, colocar o carro na rua não é sinônimo de agilidade e otimização de tempo.

Esse é um dos motivos que fazem com que as pessoas priorizem outros meios de deslocamento, principalmente para ir ao trabalho ou universidade. E o que isso tem a ver com os valores do seguro?

Se você fizer uma relação em um nível mais superficial, não vai ser difícil descobrir que há algo errado nesses valores. A conta simplesmente não fecha! O que justifica eu ter que investir 15 mil reais em um serviço do qual eu não posso desfrutar?

Em outras palavras, isso quer dizer que as pessoas estão pagando  um valor muito alto para usarem muito pouco seus carros. E a gente pode ir um pouco mais adiante com essa discussão.

Esses preços são, normalmente, pré-estabelecidos. Isso quer dizer que o seu perfil e suas necessidades como condutor não são totalmente levados em consideração. Quando você contrata esse tipo convencional de seguro, acaba sendo inserido forçosamente em um padrão que pode não condizer com sua realidade.

Qual é a solução para isso?

A resposta para essa pergunta é simples e já é uma realidade: pay per use. Você utiliza esse sistema em várias situações do seu dia a dia, seja para contratar um serviço de limpeza, utilizar bicicletas compartilhadas, solicitar caronas por meio de aplicativos entre outros.

O pay per use diz respeito a uma ampla rede de serviços e soluções inteligentes. Nesses serviços,  o valor que você paga é coerente com o que você usufruiu, sem precisar se preocupar com a tabela de seguro de carro.

Quem tem carro, mas só utiliza eventualmente, aos finais de semana ou para viajar, por exemplo, graças ao pay per use, só pagará pela quantidade de quilômetros que rodar.

Nesse contexto, a Thinkseg é uma startup que disponibiliza um formato de seguro em que você pagará por uma assinatura mensal fixa. A ela, são acrescidos os valores referentes ao quanto você utilizou seu carro durante o mês.

Por meio desse serviço, você pode unir o útil ao agradável: comprar o modelo de carro dos seus sonhos sem precisar se preocupar com os altos preços do seguro, já que você irá adquirir um produto altamente personalizado e de acordo com necessidades.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Saiba como funciona o seguro para carro elétrico
Depois de bater recordes no último ano, a venda de carros eletrificados segue em alta em 2022. Houve uma...
Seguro cobre parabrisa quebrado?
Você está dirigindo na estrada e, de repente, escuta um estalo e percebe que uma pedra atirada por um...
Veja como evitar contratar um seguro auto pirata
Nos anos 1980, o comercial do xampu anticaspa Denorex ficou famoso pelo slogan “Parece remédio, mas não é”. Na...
Por que todos os motoristas nos Estados Unidos têm Seguro Auto?
Há vários anos, a porcentagem de veículos com algum tipo de seguro no Brasil está em torno dos 30%....
Proteção veicular: o que é e qual a diferença para um seguro tradicional?
Nos últimos anos, popularizou-se no Brasil a chamada proteção veicular como uma alternativa mais econômica ao seguro auto convencional....
Conheça o inDriver: app de Mobilidade Urbana que te dá liberdade de escolha
Presente no Brasil há cerca de três anos, o inDriver é mais uma opção de aplicativo de transporte individual....