ThinkNews

Biocombustíveis são mesmo sustentáveis?

Compartilhe em:

documentários sobre sustentabilidade

Muito se fala sobre a utilização de biocombustíveis como alternativa aos combustíveis fósseis. Além de serem oriundos de fontes renováveis, os biocombustíveis emitem menos poluentes e são mais baratos de se produzir. Mas, afinal, biocombustíveis são mesmo sustentáveis? Para o planeta, é melhor usar álcool ou gasolina no carro?

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

O que são biocombustíveis?

Os biocombustíveis são um tipo de combustível produzido por meio da biomassa e de seus derivados, que constituem matérias-primas orgânicas e não fósseis. Por essa razão, os biocombustíveis são considerados fontes renováveis de energia e que resultam em impactos menos danosos ao meio ambiente quando comparados aos combustíveis fósseis, que são aqueles originários do petróleo, do gás natural e do carvão mineral.

Os biocombustíveis no Brasil

O Brasil é o segundo maior produtor mundial de energia por biocombustíveis, perdendo somente para os Estados Unidos. A produção e a utilização dos biocombustíveis no país são lideradas pelo etanol feito com cana-de-açúcar e pelo biodiesel, cujo uso tem crescido de forma significativa em um período mais recente.

Somente os derivados da cana-de-açúcar respondem por aproximadamente 20% da matriz energética brasileira, de acordo com dados da Empresa de Pesquisa Energética (EPE). No Brasil, os principais biocombustíveis usados no transporte terrestre são:

  1. Etanol: proveniente da cana-de-açúcar e milho;
  2. Biodiesel: produzido a partir de soja, óleos vegetais (de mamona e palma, por exemplo) e gordura animal;
  3. Biometano: resultante da filtragem de biogás que é obtido através da biodigestão de matéria orgânica por bactérias.

Por que os biocombustíveis são legais?

Além dessa origem relacionada a resíduos que seriam desperdiçados e a culturas vegetais, os biocombustíveis emitem menos gases poluentes na atmosfera quando utilizados para a geração de energia.

Assim, eles são uma importante fonte alternativa aos combustíveis fósseis derivados do petróleo, por exemplo, que geram resíduos gasosos que contribuem para a degradação da qualidade do ar, a curto e médio prazo. Também para o efeito estufa, o que a longo prazo agrava o aquecimento global e provoca as mudanças climáticas.

A produção de biocombustíveis pode trazer soluções para um problema urbano comum no Brasil: o do lixo orgânico e esgoto sanitário. Na produção do biometano, por exemplo, tem-se a oportunidade de usar essa matéria-prima em um produto capaz de substituir o diesel e o gás natural. 

Outra vantagem dos biocombustíveis é o seu custo de produção e também para o consumidor final, que é mais baixo do que combustíveis como a gasolina e o diesel.

E por que eles não são?

Nem tudo são flores na produção dos biocombustíveis. Como os demais tipos de fontes geradoras de energia, eles também apresentam suas desvantagens. Embora a sua queima produza menos gases do efeito estufa do que os combustíveis fósseis, o processo de produção dos biocombustíveis, que geralmente acontece em usinas ou indústrias, é responsável pela liberação de resíduos poluentes do ar e também da água.

É o caso do vinhoto derivado da destilação da cana-de-açúcar, o que o torna desvantajoso. Também há a vaselina, resíduo oriundo da produção de biodiesel, que apresenta baixo grau de pureza e não pode ser reaproveitada.

Ainda em relação ao processo produtivo dos biocombustíveis, alguns deles, como o etanol, demandam quantidades muito grandes de água, uma das razões pelas quais as usinas são instaladas nas proximidades de rios ou represas.

Em biocombustíveis derivados de vegetais como a cana-de-açúcar, o milho e a soja, por exemplo, há a formação de monocultivos especializados nessas culturas. Isso pode levar ao desmatamento de extensas áreas para a substituição da cobertura natural pela lavoura e outros problemas estruturais, como a concentração de terras.

Biocombustíveis têm importância econômica

Os biocombustíveis são importantes para a economia dos países, estados e municípios que os produzem e também para o meio ambiente. A produção de alguns dos principais biocombustíveis depende de cultivos agrícolas, que possuem períodos de safra e empregam temporariamente uma quantidade significativa de mão de obra em diversas etapas de sua cadeia produtiva, em especial no meio rural. 

A economia local de muitos municípios, a exemplo do que acontece em várias cidades do interior do estado de São Paulo, gira em torno das usinas de biocombustíveis. Eles são ainda comercializados com outras localidades e exportados, gerando receitas para os territórios.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Como funciona o seguro de carro financiado?
Imagine a cena: você dá uma entrada e financia o restante do valor do seu novo carro em 60...
Em alta, moto elétrica é opção de mobilidade sustentável em 2022
Não apenas os carros elétricos, que tiveram um aumento de nada menos do que 257% nas vendas no Brasil...
Veja dicas para driblar a alta dos combustíveis
A alta nos combustíveis pode se tornar um grande problema nas finanças pessoais! Você já deve ter percebido isso,...
Seguro de carro com interrupção: vale a pena?
Uma nova modalidade de seguro auto começou a se popularizar no Brasil. É o seguro que pode ser interrompido...
Confira os seis melhores patinetes elétricos de 2021
Sua vida gira em um raio de cinco quilômetros a partir da sua casa (trabalho, escola, faculdade, cursos, academia,...
Veículos de passeio com motor a diesel existem no Brasil?
Proibidos no Brasil desde 1976, os veículos de passeio com motor a diesel voltaram ao debate nos últimos meses....