Thinkseg
Seguro

Ficou preso no alagamento e o carro danificou? Veja como seu seguro auto poderá ajudar

Compartilhe em:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
O que fazer quando ficar preso no alagamento

Seu carro ficou preso no alagamento e foi danificado? Descubra o que fazer e algumas dicas valiosas para enfrentar a próxima enchente

Você ficou preso em um congestionamento debaixo de um temporal enquanto o nível da água subia rapidamente? Ou tentou atravessar uma rodovia alagada, mas o carro morreu no meio do percurso? Ou ainda você foi pego de surpresa: estacionou o carro e, quando a chuva acabou, o encontrou quase completamente submerso?

As chuvas podem causar grandes estragos. Elas podem engolir ruas inteiras e transformá-las em rios repletos de carros afogados. Prejuízo financeiro. Água de esgoto. Buracos escondidos sob água lamacenta. Um caos.

A seguir, descubra o que fazer se seu carro ficar preso no alagamento e for danificado. Confira algumas dicas valiosas que ajudarão você a saber como atravessar ruas alagadas em segurança e quando não atravessá-las.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

O que fazer se o carro ficar preso no alagamento e for danificado?

Dependendo dos danos sofridos pelo seu carro, você terá mais dor de cabeça ou não. Quais partes do carro foram afetadas? Carpete? Bancos? Motor? Ignição? Vejamos:

Danos leves

Aqui está o cenário mais “simples”: a água invadiu seu carro, mas danificou partes facilmente substituíveis ou reparáveis, como o carpete, feltro, assoalho e faróis.

Dessa forma, busque ajuda profissional para realizar a higienização completa do veículo, evitando problemas como mofo, mau cheiro e ferrugem. 

Além disso, também faça o check-up para descobrir danos sorrateiros que podem destruir componentes do seu carro a médio/longo prazo.

Importante dizer que, por serem danos leves, é seguro dar partida no carro e dirigi-lo até o local de restauração. Mas e se o motor tivesse sido danificado?

Danos graves

Homem parado com capô do carro aberto enquanto faz ligação.

Os danos graves estão relacionados ao motor e aos componentes elétricos. Alguns deles:

  • Calço hidráulico: a água invade o motor por meio do filtro de ar e vai parar dentro dos cilindros, onde ficam os pistões. Acontece que os pistões foram feitos para comprimir combustível e ar, não água. Porém, ao dar partida no carro com os cilindros inundados, as bielas (que sustam os pistões) entortam ou quebram, causando o calço hidráulico;
  • Danos em componentes elétricos. Ou seja: rádio, ignição, vidros elétricos, fiação etc.

Se seu carro ficar preso no alagamento e o nível da água estiver acima dos pneus, provavelmente o motor e outras partes mais sérias foram danificadas. Nesse cenário, não dê partida no carro — do contrário, causará calço hidráulico e até curto-circuitos.

Espere o nível da água baixar e chame um guincho para remover o carro. Em seguida, contrate um profissional especializado, que avaliará todos os danos sofridos e se existe possibilidade de restauração. Caso seu carro tenha seguro, acione a seguradora.

Dicas valiosas para enfrentar um alagamento

Antes de tudo, a dica mais importante é: ao se deparar com uma rua alagada, dê meia volta e siga por outro caminho. Ou então aguarde o nível da água baixar para seguir viagem.

Dito isso, separamos dicas valiosas de quando não atravessar um alagamento e de quando atravessá-lo (desde que tome os devidos cuidados).

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Quando não atravessar — mesmo que você esteja apressado e mesmo que não existam rotas alternativas

  • Quando você não conhece a rua alagada. Ela pode esconder buracos embaixo da água;
  • Quando o nível da água estiver acima do meio das rodas;
  • Quando houver correnteza, ainda que o nível da água esteja aparentemente baixo;
  • Quando veículos maiores, como caminhões, estiverem atravessando pelo lado oposto — eles criarão ondas que irão engolir a frente do seu carro.

Como atravessar com segurança

  • Atravesse devagar: em primeira marcha, entre 10 a 20 km por hora;
  • Mantenha a aceleração constante, evitando que a água entre pelo cano de exaustão;
  • Fique atento a qualquer sinal de buracos na travessia. Caso eles surjam, desvie com cuidado;
  • Dirija pelo meio da rua, onde geralmente é mais alto e, consequentemente, mais raso;
  • Quando finalmente atravessar, a água terá prejudicado o sistema de frenagem do carro. Para solucionar esse problema, continue acelerando e, ao mesmo tempo, freando — isso aquecerá os componentes do freio e, assim, evaporará a água.

3 dicas bônus

  1. Quais ruas da sua cidade sempre (ou quase sempre) alagam? Quando estiver chovendo, dirija por caminhos com pouco (ou nenhum) risco de alagamento, ainda que custe mais tempo de viagem;
  2. A previsão é de chuva? Evite estacionar em locais onde alagamentos são comuns;
  3. Ficou preso no congestionamento e o nível da água começou a subir? Desligue o carro antes que o motor sufoque. Em seguida, abandone o veículo e busque ajuda. 

Você não precisa esquentar a cabeça com alagamentos

Claro, se possível, tente sempre evitá-los. Mas… vamos lá, sabemos que imprevistos acontecem.

Lá está você dirigindo de volta para casa, quando, de repente, fica preso no congestionamento em meio a um temporal. Você olha por cima da janela e dá de cara com o nível da água subindo e subindo e subindo…

Sabe qual a verdade? Você não precisa ter dor de cabeça correndo atrás de um guincho ou de um profissional especializado para remover seu carro.

Gostaria de manter seu carro seguro caso fique preso no alagamento?

Conheça o seguro auto Pay Per Use e tenha nossa assistência 24h. Assim, se precisar de um guincho ou se seu carro for danificado em uma enchente, basta nos acionar direto do seu celular. 

Saiba mais sobre o Pay Per Use agora mesmo e tenha nosso socorro quando precisar.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Saiba como funciona o seguro para carro elétrico
Depois de bater recordes no último ano, a venda de carros eletrificados segue em alta em 2022. Houve uma...
Seguro cobre parabrisa quebrado?
Você está dirigindo na estrada e, de repente, escuta um estalo e percebe que uma pedra atirada por um...
Veja como evitar contratar um seguro auto pirata
Nos anos 1980, o comercial do xampu anticaspa Denorex ficou famoso pelo slogan “Parece remédio, mas não é”. Na...
Por que todos os motoristas nos Estados Unidos têm Seguro Auto?
Há vários anos, a porcentagem de veículos com algum tipo de seguro no Brasil está em torno dos 30%....
Proteção veicular: o que é e qual a diferença para um seguro tradicional?
Nos últimos anos, popularizou-se no Brasil a chamada proteção veicular como uma alternativa mais econômica ao seguro auto convencional....
Conheça o inDriver: app de Mobilidade Urbana que te dá liberdade de escolha
Presente no Brasil há cerca de três anos, o inDriver é mais uma opção de aplicativo de transporte individual....