ThinkNews
Mobilidade

Confira os seis melhores patinetes elétricos de 2021

Compartilhe em:

patinete elétrico

Sua vida gira em um raio de cinco quilômetros a partir da sua casa (trabalho, escola, faculdade, cursos, academia, clube)? Então uma boa opção de mobilidade urbana pode ser o patinete elétrico. Muito populares na Europa, os patinetes são perfeitos para quem tem pouco espaço e precisa de agilidade no dia a dia.

Existem muitas opções no Brasil e os preços variam entre R$ 1 mil e R$ 5 mil. Apesar da diferença de preço, as especificações, autonomia e tempo de recarga são muito parecidas entre eles. A escolha, então, deve ficar por conta dos detalhes.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

O que devo considerar ao escolher um patinete elétrico?

Diversos aspectos devem ser levados em conta antes de você escolher o seu patinete elétrico. Vamos a eles:

  • Relevo: os patinetes desenvolvem melhor a velocidade em percursos planos. Se você morar em um lugar com muitas ladeiras, uma bicicleta elétrica é uma melhor opção;
  • Autonomia: vai rodar muito diariamente? Então busque um modelo com boa autonomia e com recargas rápidas;
  • Dobrável: os modelos dobráveis são muito mais práticos de levar e guardar;
  • Peso: precisa subir escadas ou andar bastante? Os modelos mais leves são melhores neste aspecto;
  • Potência: quanto mais potente for o motor, mais veloz o patinete será;
  • Tamanho das rodas: quanto maiores as rodas, melhor o patinete elétrico supera os obstáculos e mais seguro ele é. Se o seu percurso é muito esburacado e tem asfalto em péssimas condições, escolha sempre o de roda maior;
  • Capacidade: os patinetes podem transportar até 120 quilos. Mais que isso, pode ser danificado. E mais: quanto mais pesado o usuário, menores a velocidade máxima e a autonomia;
  • Amortecimento: para percursos mais longos, os modelos com amortecimento e banco são mais recomendáveis;
  • Acessórios: painel com velocidade e carga da bateria, farol e lanterna, buzina, conectividade com o celular. Quanto mais equipado, melhor.

Confira os seis melhores patinetes de 2021

Foston FS-B02

O mais barato (R$ 1,1 mil) é também o mais simples e desconfortável. O FS-B02 é leve (10 quilos) e fácil de carregar (dobrável), porém não tem amortecimento. Suporta até 120 quilos, tem 18 quilômetros de autonomia e a carga completa da bateria acontece em três horas. O modelo da Foston tem 250W de potência, pode atingir 20 km/h e suas rodas têm 6,6 polegadas.

Mibo  250W

Como o próprio nome diz, o Mibo tem potência de 250W e pode chegar aos 25 km/h. Pesa 12 quilos, é dobrável, suporta até 100 quilos e tem rodas grandes, de 8,5 polegadas. Sua autonomia é de 20  quilômetros e o tempo de recarga é de quatro horas. Custa R$ 1,8 mil.

Foston FS-B08

O FS-B08 é o irmão maior do FS-B02 e tem mais potência (500W). Chega aos 20 km/h de velocidade máxima. Sua autonomia é dos mesmos 18 quilômetros e a recarga completa da bateria ocorre em três horas. É dobrável, pesa 11 quilos, comporta 120 quilos de peso e tem rodas de 8,5 polegadas. O preço? A partir de R$ 2,4 mil.

FreeGo ES06C

Leve (9 kg), barato (R$ 1,1 mil) e com boa autonomia (30 km), o FreeGo é dobrável, tem 250W de potência, chega a 24 km/h e demora de duas a quatro horas para ser recarregado. Suporta até 120 quilos e tem rodas de 6,5 polegadas.

Xiaomi M365

Tem três modos de velocidade (15, 20 e 25 km/h), autonomia de 30 quilômetros, 250W de potência e demora entre três e nove horas para recarregar. O M365 também é dobrável, pesa 13 quilos, tem rodas de 8,5 polegadas, capacidade máxima de 100 quilos e possui banco como opcional.  

O grande atrativo do Xiaomi é a conectividade Bluetooth e pareamento com o aplicativo Mi Home, para Andoid e IOS. Com ele, é possível bloquear e desbloquear o patinete, controlar a necessidade de manutenção e outras atividades. O display em led informa a velocidade, modo de direção, nível da bateria e outros indicadores. Custa a partir de R$ 4,2 mil.

Segway Ninebot ES2

Como o Xiaomi, o Segway dispõe de conectividade Bluetooth que oferece estatísticas de viagens, atualizações e bloqueio em caso de roubo. O assento pode ser comprado separadamente. Seu preço sem acessórios parte de R$ 3,25 mil.

O Ninebot tem autonomia de até 45 quilômetros com o uso de bateria extra (vendida à parte) e controle cruzeiro (mantém a velocidade sem a necessidade de acelerar). Tem 300W de potência, rodas de 8 polegadas na frente e 7,5 atrás, é dobrável, pesa 12 quilos, aguenta 100 quilos, chega a 30 km/h e o tempo de recarga é de três horas e meia. 

Com o patinete elétrico, preciso de carro?

É verdade que as pessoas estão mudando em busca de um futuro cada vez mais sustentável, como menos consumo, maior compartilhamento e preocupação ambiental. Assim, bicicleta e patinete elétrico ganharam destaque. 

Mas isso não significa que as pessoas estão abandonando de vez os carros. O que tem acontecido com maior frequencia é que muita gente deixa o carro mais parado na garagem e o utiliza só às vezes. Seja para um passeio, ou um local mais distante.

E nesse contexto, a sustentabilidade também chegou ao mercado de seguro de carro. Quem usa pouco o carro, agora também tem o direito de pagar menos pelo seguro. 

A Thinkseg é a pioneira em uma modalidade que vem crescendo cada vez mais, o seguro por uso. Com o Seguro Auto Pay Per Use, o segurado paga somente quando utiliza o carro. Assim, a precificação é muito mais justa, afinal carro sem uso estacionado na garagem significa risco baixo para as seguradoras.

Com o Pay Per Use, o custo do seguro tende a ser muito menor. É feito sob medida para quem combina o carro com outros modais de transporte, como bike, patinete, ônibus ou metrô. Se você é um destes, tem uma prática sustentável e vai pagar um seguro mais barato. Vale pena cotar e descobrir as vantagens.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Escolha o modelo e a marca certa de pneu de bicicleta
As bicicletas, que já estavam em alta nos últimos cinco anos, explodiram na pandemia de Covid-19, que parou o...
Será que seguro de bike é caro?
Tudo começa com uma bicicleta de entrada, sem grandes expectativas, apenas para fazer uma atividade física. Em pouco tempo,...
Como mostrar as ciclovias no Google Maps?
Apesar de apenas 7% da população brasileira usá-la como meio de transporte, aos poucos a bicicleta vai ganhando mais...
Motos elétricas mais baratas do Brasil em 2022
Os carros eletrificados (híbridos + elétricos) vivem um boom no Brasil, com um crescimento de 78% nas vendas. Porém,...
O que são as ghost bikes?
Quem circula, principalmente pela cidade de São Paulo, já deve ter avistado alguma bicicleta inteiramente pintada de branco estacionada...
Alta do diesel pode deixar cidades sem ônibus, dizem empresas
Com os seguidos aumentos no preço do diesel, álcool ou gasolina, o transporte público das cidades de todo o...