Mobilidade

Será que seguro de bike é caro?

Compartilhe em:

seguro de bicicleta elétrica

Tudo começa com uma bicicleta de entrada, sem grandes expectativas, apenas para fazer uma atividade física. Em pouco tempo, o condicionamento físico vem, as distâncias ficam maiores e já não dá mais para ficar sem pedalar. Aquela bike simples já não atende mais e chega a hora de investir em um modelo melhor e mais caro. Mas e se eu for roubado? É possível fazer seguro de bikes? É caro? E o seguro de bicicleta elétrica, existe?

A boa notícia é que o seguro para bicicletas se popularizou junto com elas. Até poucos anos atrás, era difícil encontrar a proteção. Hoje, com bikes ultrapassando a barreira dos R$ 100 mil, pelo menos uma dúzia de seguradoras já oferecem o serviço, inclusive seguro de bicicleta elétrica.

Quanto custa o seguro de uma bike?

Em média, o custo anual de um seguro de bike fica entre 8% e 9% do valor do bem. Em uma bike de R$ 10 mil, paga-se de R$ 800 a R$ 900. Como nos carros, é cobrada uma franquia nos casos de danos por queda, transporte ou curto circuito (no caso do seguro de bicicleta elétrica).

As companhias aceitam bicicletas de até oito anos de uso, com nota fiscal ou documento que comprove a propriedade em nome do segurado ou parente próximo, e valores entre R$ 1,5 mil e R$ 100 mil (conforme a seguradora). 

O seguro de bicicleta elétrica funciona de maneira semelhante ao dos carros. As coberturas são bem parecidas:

Cobertura contra roubo e furto

O item mais comum e básico de qualquer seguro de bicicleta, independente do seu perfil como ciclista. A violência e insegurança das cidades gera uma preocupação e que pode ser tanto com ela em utilização quanto com ela guardada ou estacionada. Ter a garantia da restituição do valor da sua bicicleta é sinônimo de não ter uma dor de cabeça ainda maior do que o prejuízo já vivido. 

Proteção para danos ou acidentes

Acidentes acontecem, sejam eles em pequenas ou grandes proporções. Com o seguro de bicicleta você fica protegido para perdas, parciais ou totais, diante desses incidentes. O seguro cobre danos por quedas, no transporte e até curto circuitos, no caso das bikes elétricas.

Cobertura de responsabilidade civil

Prejuízos podem acontecer não só para você e para a sua bicicleta, como também a terceiros. Com essa cobertura você garante apoio para danos materiais ou corporais. Sejam eles causados de forma involuntária por você, seja por erro humano ou falhas nos equipamentos, a outras pessoas.

Reembolso para peças e equipamentos

Um pneu furado, um retrovisor quebrado e outros itens podem receber cobertura do seu seguro de bicicleta com a aquisição dessa cobertura. Talvez seja uma necessidade maior para ciclistas profissionais. Isso porque possuem bicicletas com equipamentos de custo mais elevado (rodas, GPS, medidores de potência) e que a troca pode significar um prejuízo maior que o esperado.

Assistência técnica e médica

Outro atrativo do seguro de bicicleta são as assistências técnica e médica. Se houver alguma quebra ou acidente durante o treino ou passeio, o segurado será assistido pela companhia.

Vale a pena fazer o seguro de bike?

Que tipo de ciclista é você? Avançado, urbano ou utiliza a bike apenas para lazer?

O avançado é aquele ciclista que se dedica e gosta de investir em um equipamento de mais qualidade, capaz de suportar longas distâncias e que seja leve e veloz. Essas bicicletas, em geral, são mais caras e podem ser utilizadas como meio de transporte.

Porém, é mais comum vê-las trafegando em estradas, subidas de montanhas, passeios mais afastados e, principalmente, corridas. Para este tipo de ciclista, o seguro é quase obrigatório.

O ciclista urbano é aquele que está se adaptando ao novo conceito de mobilidade urbana. Para isso, está utilizando a bicicleta como meio de transporte para as tarefas diárias, como ir ao trabalho. Este tipo de ciclista tem investido nas bikes elétricas. Aí o seguro de bicicleta elétrica vale a pena. 

Já o perfil de ciclista de lazer se aproxima do urbano e prefere bicicletas de custo mais baixo. Utiliza as bikes para atividades mais voltadas ao bem-estar, como passeios de fim de semana no parque ou na praia.

Independentemente de qual o perfil do ciclista, todo tipo de bicicleta é visado e pode trazer prejuízos em caso de roubo ou acidentes. Investir em um seguro de bike é pagar pela tranquilidade de sair para pedalar sem se preocupar.

Escolha o modelo e a marca certa de pneu de bicicleta
As bicicletas, que já estavam em alta nos últimos cinco anos, explodiram na pandemia de Covid-19, que parou o...
Como mostrar as ciclovias no Google Maps?
Apesar de apenas 7% da população brasileira usá-la como meio de transporte, aos poucos a bicicleta vai ganhando mais...
Motos elétricas mais baratas do Brasil em 2022
Os carros eletrificados (híbridos + elétricos) vivem um boom no Brasil, com um crescimento de 78% nas vendas. Porém,...
O que são as ghost bikes?
Quem circula, principalmente pela cidade de São Paulo, já deve ter avistado alguma bicicleta inteiramente pintada de branco estacionada...
Alta do diesel pode deixar cidades sem ônibus, dizem empresas
Com os seguidos aumentos no preço do diesel, álcool ou gasolina, o transporte público das cidades de todo o...
Dia do Motociclista é comemorado em 27 de julho
Desde 1984, no Brasil, todo dia 27 de julho é celebrado o Dia do Motociclista. A data comemorativa faz...