Mobilidade

Como melhorar a mobilidade urbana para deficientes

Compartilhe em:

Melhorar a mobilidade para deficientes

Entenda os principais desafios da mobilidade urbana para deficientes e o que precisa ser feito para ajudar nessa questão

A mobilidade urbana é um assunto em alta nos dias atuais, devido à superlotação dos grandes centros por veículos e pedestres que transitam pelas vias. No entanto, quando a questão é mobilidade para deficientes, esse desafio é ainda maior.

Com mais de 45 milhões de pessoas com deficiência no Brasil, segundo os últimos dados levantados pelo IBGE, em 2010, o país ainda tem muitos obstáculos para vencer e, dessa maneira, proporcionar mais qualidade de vida aos deficientes. Além do preconceito, é preciso muito trabalho para reverter a situação atual.

No entanto, existem saídas para esse desafio da mobilidade para deficientes. Para isso, é preciso  boa vontade dos governantes, bem como uma mudança de pensamento da nossa sociedade, para que melhorias sejam conquistadas.

Quer saber mais sobre o tema? Então, continue lendo o conteúdo que preparamos até o final.

Atualmente, quais são os desafios de mobilidade para deficientes?

De forma simples e direta, podemos dizer que os desafios são muitos. Nas cidades, temos vias despreparadas, falta de sinalização, ausência de acesso e até meios de transporte públicos que falham em dar o mínimo de apoio para essas pessoas.

Atravessar a rua, em algumas cidades, pode ser algo difícil ou simplesmente impossível, já que não há nenhuma adaptação nas calçadas – quando essas calçadas existem. Quando há  presença de rampas, muitas vezes elas não são suficientes para atender os cadeirantes, por exemplo.

Nesse ponto, temos muitas obras que, infelizmente, são realizadas apenas para servir de propaganda. Na prática, rampas não funcionam, elevadores não atendem os deficientes e sinalizações são utilizadas de maneira equivocada nesse suporte às pessoas com necessidades especiais.

Enfim, são muitos os desafios diários que devem ser superados por alguém com deficiência no Brasil. E isso reduz drasticamente a sua convivência em sociedade.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Como a falta de mobilidade para deficientes afeta a qualidade de vida?

Infelizmente, essa falta de mobilidade para deficientes têm grande impacto – negativo – no dia a dia da pessoa com deficiência. Além de gastarem mais tempo que o normal em tarefas que, teoricamente, deveriam ser simples, como atravessar a rua, alguns casos simplesmente inviabilizam a continuidade de uma tarefa.

Assim, o deficiente que é impedido de realizar suas atividades diárias tem uma queda de autoestima, se sentindo ainda mais frustrado por não conquistar sua independência como pessoa. Além de viver com o problema físico, o deficiente ainda fica dependente de terceiros para realizar ações que seriam plenamente possíveis de executar. 

Desse modo, toda a sociedade falha ao não promover a inclusão social e possibilitar que essas pessoas sejam tratadas da melhor forma possível e tenham uma vida normal apesar das limitações físicas.

Como melhorar a mobilidade para deficientes

Quais são as soluções viáveis da mobilidade para deficientes?

A principal solução vem das políticas nacionais, que são criadas para oferecer vantagens e benefícios para os deficientes físicos. 

Nesse sentido, podemos destacar o Estatuto da Pessoa com Deficiência, inaugurado em 2016, que gerou novas obrigatoriedades para empresas de transporte, bem como o aumento da multa para quem desrespeitar as vagas de deficiente físico, entre outros casos.

Outra medida facilitou a aquisição de automóveis para pessoas com deficiência, que podem adquirir os veículos com isenção de IPI, ICMS e IOF, o que resulta em uma redução de 20% até 30% no preço final do automóvel. 

Já em 2013, essa mesma lei de isenção foi estendida para familiares de deficientes que não podem dirigir. Desse modo, passou a garantir o abatimento dos impostos aos familiares que contribuem ativamente para o deslocamento da PCD (pessoa com deficiência).

Política Nacional de Mobilidade

Outro movimento importante do governo diz respeito à Política Nacional de Mobilidade, que começou a vigorar em 2012 e exigiu que municípios criassem planos eficientes para resolver a mobilidade urbana de forma sustentável e prática.

Apesar da boa intenção, ainda vemos muitas obras sendo realizadas apenas para dizer que algo foi feito. Desse modo, na realidade, não vemos um benefício prático para quem realmente precisa. 

Portanto, os deficientes ainda precisam “driblar” buracos nas vias, obstruções de passagem e falta de espaços adaptados para suas condições.

Ou seja, a falta de atuação ativa de governantes e fiscalizadores impede que a situação da falta de mobilidade para deficientes seja resolvida de uma vez por todas. 

Na outra ponta, a sociedade também precisa cobrar os responsáveis por condições tão ruins, que prejudicam a qualidade de vida de milhões diariamente.

Leia também: Mobilidade Urbana: 07 benefícios que você pode aplicar e melhorar sua vida

Existe esperança para a mobilidade para deficientes?

Certamente, existe muita esperança para que a mobilidade da PCD não seja uma situação tão problemática como ainda é em 2020. Apesar dos movimentos positivos, existem muitas batalhas a serem vencidas que, certamente, vão ajudar esse público.

Com a cobrança da sociedade e a boa vontade dos governantes, é possível reverter o cenário desfavorável para dar o mínimo de cidadania para essas pessoas. No entanto, o caminho até lá é longo e exige paciência.

Assim, fica a nossa esperança que em poucos anos teremos uma sociedade mais evoluída, em todos os aspectos, ao ponto da mobilidade para deficientes não ser um assunto que necessite ser debatido, pois será extremamente natural para todos.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Escolha o modelo e a marca certa de pneu de bicicleta
As bicicletas, que já estavam em alta nos últimos cinco anos, explodiram na pandemia de Covid-19, que parou o...
Será que seguro de bike é caro?
Tudo começa com uma bicicleta de entrada, sem grandes expectativas, apenas para fazer uma atividade física. Em pouco tempo,...
Como mostrar as ciclovias no Google Maps?
Apesar de apenas 7% da população brasileira usá-la como meio de transporte, aos poucos a bicicleta vai ganhando mais...
Motos elétricas mais baratas do Brasil em 2022
Os carros eletrificados (híbridos + elétricos) vivem um boom no Brasil, com um crescimento de 78% nas vendas. Porém,...
O que são as ghost bikes?
Quem circula, principalmente pela cidade de São Paulo, já deve ter avistado alguma bicicleta inteiramente pintada de branco estacionada...
Alta do diesel pode deixar cidades sem ônibus, dizem empresas
Com os seguidos aumentos no preço do diesel, álcool ou gasolina, o transporte público das cidades de todo o...