Auto

Serviços de oficina: quais realmente devem ser feitos?

Compartilhe em:

Não caia na onda dos serviços adicionais desnecessários para não perder dinheiro

Não é difícil que as oficinas ofereçam os chamados “serviços adicionais” quando levamos o carro para revisões periódicas.

Alguns mecânicos fazem isso na tentativa de fazer um trabalho a mais e ganhar um dinheiro extra. Porém, nem sempre esses reparos são realmente necessários e, de quebra, podem custar bem mais caro do que o serviço original.

Obviamente, a manutenção de tempos em tempos no seu veículo é muito importante para a sua própria segurança e dos seus passageiros. Ela serve como prevenção para possíveis acidentes ou, no mínimo, algumas dores de cabeça.

Entretanto, na sua próxima visita à oficina mecânica, preste bastante atenção no que será oferecido. Questione se esses serviços de oficina realmente são tão indispensáveis como provavelmente vão ser vendidos a você.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Quais serviços de oficina não valem a pena?

Vamos começar com os serviços de oficina que devem acionar um alerta vermelho na sua mente.

Se forem oferecidos a você, certifique-se que não são apenas uma tentativa de venda. Converse com o profissional, esclareça todas as suas dúvidas e coloque na balança os prós e contras de seguir em frente ou não.

Balanceamento de rodas

É relativamente comum que as oficinas ofereçam a realização do balanceamento das rodas do carro com a justificativa de manutenção preventiva. Contudo, a menos que você de fato perceba que há algo errado com as suas rodas, talvez não seja tão importante assim.

Para não fazer um serviço desnecessário e jogar dinheiro fora, especialistas recomendam que isso seja feito apenas se o motorista perceber algum tipo de trepidação no volante, geralmente em velocidade acima de 120 km/h.

Se algum sinal de problema realmente for percebido, então esta é a hora de procurar um mecânico de confiança para verificar os sistemas de suspensão e direção para checar o motivo das tais vibrações. Por vezes, elas podem nem estar ligadas ao balanceamento das rodas.

Limpeza dos bicos injetores

Não existe qualquer tipo de obrigação para limpar os bicos injetores cada vez que você fizer uma revisão do carro. A dica é fazer o que recomenda a montadora.

Essa limpeza era mandatória antigamente, nos tempos do carburador, já que se formavam resíduos nos depósitos que precisavam ser removidos. Hoje em dia, com combustíveis de melhor qualidade, a injeção eletrônica e outras tecnologias, esse tipo de serviço já não é uma demanda tão urgente assim.

O procedimento deve ser realizado apenas quando forem percebidas anomalias no motor que sejam, comprovadamente, causadas pelos bicos injetores bloqueados. 

Aditivo de combustíveis

Outra oferta muito normal nas oficinas mecânicas do país é colocar aditivos de combustível.

Isso pode ser desperdício de dinheiro. O motivo é que os combustíveis e óleos lubrificantes já são vendidos e devidamente certificados com as fórmulas substanciais para que o motor  funcione corretamente.

Caso você queira muito algo que vá prevenir o acúmulo de detritos nos componentes internos, os combustíveis aditivados encontrados em qualquer posto de gasolina já têm essa função.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

E o que vale o seu investimento?

Agora chegou a vez de conferir os serviços de oficina que realmente valem a pena serem feitos para garantir a durabilidade do carro e, claro, a sua proteção.

Revisão dos freios

O tempo e o uso acabam no desgaste natural das peças. Os freios, é claro, também entram nesse grupo. Eles são fundamentais para que as suas viagens sejam seguras.

Revisar os freios não significa, necessariamente, trocar as peças. Mas é importante uma avaliação para verificar se a substituição é essencial.

Esse sistema é composto por vários componentes e, quando um apresenta algum tipo de desgaste, pode comprometer o desempenho do carro.

O resultado disso é a dificuldade em controlar a velocidade. Então nada pode estar errado para que isso não termine em consequências trágicas.

Lembre-se sempre de apurar o estado da pastilha e do disco de freios com certa frequência. Segurança é tudo!

Troca de amortecedores

A dinâmica de rodagem é de responsabilidade dos amortecedores. Eles são responsáveis pela absorção de impactos e pela interseção com as suspensões. São importantíssimos também em relação ao conforto de bordo para sustentar velocidades mais altas.

Recomenda-se que a revisão dos amortecedores aconteça a cada 40 mil quilômetros rodados. Em relação a troca, não há uma estimativa exata – vai depender muito da condição das peças.

Se você realmente for trocar os amortecedores do seu carro, invista na substituição dos pares e não apenas o único que estiver danificado. Isso serve para que a suspensão fique completamente equilibrada.

Troca de óleo

Dentre os fatores que vão contribuir para a saúde do seu motor, os lubrificantes são certamente indispensáveis.

Fazer a troca de óleo no tempo certo e seguir as orientações dos fabricantes são atitudes primárias para garantir o bom funcionamento do motor.

Grande parte das montadoras recomenda a troca de óleo a cada 10 mil quilômetros rodados. Porém, se você dirigir muito, talvez seja necessário realizar a substituição até antes.

Quem usa o carro poucas vezes também deve prestar atenção. Quando o carro é ligado depois de um longo período em repouso, o motor é forçado porque não atinge a temperatura certa rapidamente. Isso ocorre justamente por causa do pouco uso.

Também preste atenção na viscosidade. Maior densidade significa que o óleo deve agir em condições de altas temperaturas – mais do que pode aguentar. Isso promove mais consumo de combustível do que do próprio óleo.

Uma viscosidade distinta vai comprometer a lubrificação e causar falhas no sistema, desgastando as peças mais rápido e, possivelmente, danificando o motor.

Para não ser passado para trás, certifique-se que o produto escolhido seja adequado para o seu veículo (pense na viscosidade e no desempenho, por exemplo) e que você escolha lojas especializadas no assunto. Se forem credenciadas por marcas de lubrificantes, melhor ainda.

Confira se o óleo é novo e tem aquela cor característica correta. Também não exagere na quantidade e coloque apenas o necessário para o motor do seu carro. Lembre-se que o excesso aumenta o nível de consumo e pode prejudicar itens importantes do veículo.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Carros baratos 2023 - Veja quais são
Com a escalada de preço dos carros no Brasil nos últimos quatro anos, está cada vez mais difícil encontrar...
Contratar um seguro de carro sem corretor é confiável?
A contratação de um seguro de carro está mais acessível do que nunca, graças à disponibilidade de opções online....
Seguro de carro é mensal ou anual?
O seguro de carro é um componente essencial para a proteção financeira dos motoristas em todo o mundo. Ele...
Como funciona a vistoria do seguro auto?
Sempre que um segurado faz a contratação de um seguro auto de um carro usado, é necessária a realização...
Quando se paga a franquia do veículo?
A franquia do veículo é um termo que frequentemente causa dúvidas e questionamentos entre os proprietários de automóveis no...
Estamos em um bom momento para comprar um carro?
O final de ano se aproxima e muita gente aproveita a data – e o 13° salário – para...