Thinkseg
Auto

Precisa de conserto de vidro? Saiba como procurar

Compartilhe em:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O para-brisa do seu carro está trincado/fraturado? Saiba como consertá-lo e não correr o risco de infringir nenhuma lei de trânsito

Uma pergunta: como o para-brisa do seu carro trincou?

Alguma pedra colidiu contra ele? Vandalismo? Ou você simplesmente sentou atrás do volante e se deu conta do vidro danificado sem a menor ideia da causa?

De qualquer maneira, você precisa fazer o conserto de vidro. Precisa impedir que o trincado aumente e se espalhe por todo o para-brisa. Porque quanto mais cresce, menores são as chances de consertá-lo — e você não quer gastar uma grana alta comprando um para-brisa novo, certo?

Ah! E também tem o risco de ser multado e ter o carro apreendido caso dirija com o pára-brisa danificado. Sobre isso, vamos revelar um segredinho ainda nesse artigo: nem toda trinca/fratura é infração de trânsito.

Curioso? Então vamos começar!

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Principais causas que trincam/fraturam os vidros

O para-brisa é construído para resistir. É para isso que são projetadas suas duas chapas de vidro laminado unidas por uma película especial. Mas, infelizmente, não é completamente imune às trincas e fraturas.

Veja bem, quando falamos “trincas”, nos referimos aos danos em formato linear, como um risco. E quando falamos “fraturas”, nos referimos aos danos em formato circular, formato de estrela.

Imagine o seguinte…

Você estaciona seu carro sob o sol escaldante e o deixa lá por bastante tempo. Quando enfim retorna ao veículo e abre sua porta, você é recebido com uma lufada de vapor. Em seguida, você entra, fecha a porta e comete um erro.

Você liga o ar-condicionado. O fluxo frio de ar bombardeia o para-brisa superaquecido e, então, o inevitável aconteceu: uma pequena trinca irrompe no vidro.

Conselho: nessa situação, não ligue o ar-condicionado. Pelo contrário, abaixe os vidros para que o ar circule na cabine do carro enquanto dirige, resfriando-a naturalmente.

Outros momentos em que o choque térmico poderá trincar o pára-brisa:

  • Quando o carro fica um tempo estacionado em uma garagem fria e sai sob o sol ardente;
  • Quando o carro fica um tempo exposto ao sol e seu pára-brisa entra em contato com água.

Além do choque térmico, veja outras causas que trincam/fraturam o pára-brisa:

  • Animais voadores, como morcegos;
  • Lixo arremessado por veículo à frente do seu carro na rodovia;
  • Estacionar o carro embaixo de árvores com frutas;
  • Pedras que se soltam dos pneus de outros veículos;
  • Gravetos que se desprendem de árvores;
  • Neve que cai de árvores, sacadas e bordas de prédios, viadutos etc.;
  • Trepidações na estrada;
  • Chuva de granizo;
  •  Vandalismo.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Perigos ao dirigir com o para-brisa trincado/fraturado

Meninos de oficina fazendo conserto de vidro frontal de carro preto.

Como nos aconselha Lao Zi, filósofo e escritor da China Antiga: “Resolva o pequeno problema antes que se torne grande.”

Caso tenha trinca/fratura no para-brisa do seu carro, corra contra o tempo — leve o veículo a uma oficina antes que o dano aumente a ponto de impedir o conserto de vidro.

Dessa forma, além de não precisar comprar um pára-brisa novo (economizando dinheiro) e manter a sua segurança e também dos passageiros, evitará que você cometa uma…

Grave infração de trânsito

Trafegar com o pára-brisa trincado/rachado pode causar bastante estresse (e prejuízo financeiro). Legalmente falando, ao ser autuado dirigindo com o pára-brisa danificado, você:

  • É multado — R$130,16;
  • Ganha 4 pontos na CNH;
  • Tem o carro apreendido.

Qualquer trinca/fratura no pára-brisa é infração?

Alguns fatores determinam se a trinca/fratura no pára-brisa do carro é infração ou não. Veja.

Quando é infração

  • Quando a trinca/fratura tem mais de 2,5 centímetros de comprimento depois das bordas externas do pára-brisa;
  • Quando a trinca/fratura está na área crítica — a metade esquerda da região de varredura das palhetas do limpador de pára-brisa;
  • Quando a trinca tem mais de 10 centímetros de comprimento;
  • Quando a fratura tem mais de 4 centímetros de diâmetro;
  • Quando existe mais de dois danos no pára-brisa, independente do tamanho ou região.

Quando não é infração

  • Quando a trinca/fratura está do lado do carona, desde que os fatores citados acima estejam “ok”.

Falando no tamanho das trincas e fraturas, você sabe até quantos centímetros ainda é possível consertar o pára-brisa?

Conserto de vidro

Bem, você tem apenas duas opções:

Opção 1 – Reparação

A reparação é uma solução rápida e prática que, em média, dura de 30 minutos a 1h30. No entanto, só é possível fazê-la caso a trinca possua até 10 centímetros de comprimento e a fratura 4 centímetros de diâmetro.

O processo consiste em remover o ar da fissura e, em seguida, injetar uma resina transparente, que cicatriza o dano.

Opção 2 – Substituição

Sem a possibilidade da reparação, só resta trocar o pára-brisa por um novo. Conselho: pesquise bem os preços e escolha uma oficina de confiança para fazer o serviço.

A verdade inevitável…

A verdade é que imprevistos ruins fazem nossa cabeça explodir. Você sabe bem, o pára-brisa do seu carro estava em bom estado e, de repente, não estava mais.

E sabe o que é pior? Imprevistos dão as caras vez ou outra. E lá está você metido em outra confusão. Em outra dor de cabeça.

O que você tem a dizer sobre isso? Gostaria de ficar protegido dessas situações?

Com o seguro auto Pay Per Use, você tem nossa assistência 24h — não importa onde você e o seu carro estejam ou se são 4h da madrugada. Se você precisar de ajuda, estamos lá para socorrê-lo (como no conserto de vidro).

Que tal? Conheça o seguro Pay Per Use clicando aqui agora mesmo e descubra as diversas coberturas que protegem seu carro e manterão você livre do estresse dos imprevistos.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Porsche ou BMW? Conheça empresas que oferecem planos de aluguéis de carros de luxo por uma hora ou meses
Você é louco por marcas de carros famosas, porém não tem condições de estacionar um modelo de luxo, um...
O que é e como funciona o cartão de combustível
Quem tem ou administra frotas de veículos, sejam elas pequenas, médias ou grandes, já deve ter ouvido falar no...
Rodas grandes: desempenho ou só estética?
Não dá para negar que um belo jogo de rodas faz toda a diferença no carro. Prova disso é...
A cor do seu carro pode afetar o preço do seu seguro?
Uma das partes mais legais de comprar um modelo zero quilômetro é poder escolher a cor do carro. Muito...
12 que você não pode deixar de ter dentro do carro
Foi-se o tempo em que se levava apenas luvas no porta-luvas. Não que elas não sejam importantes (já experimentou...
Os cinco melhores carros bons e baratos para jovens
Pode parecer que não, mas o público jovem está entre os mais exigentes quando o assunto é escolher carro....