10 dicas para gastar menos combustível

Quem tem carro já sabe que cada parada no posto de combustível é uma surpresa. Também pudera: apenas em 2021, foram 18 reajustes nas refinarias e nos postos. O litro de gasolina acumula nada menos do que 73% de aumento e já passa de R$ 7 em alguns estados. No diesel a situação é praticamente igual e a elevação chega a 65% entre janeiro e novembro. Os dados são da ANP (Agência Nacional de Petróleo).

As razões para as seguidas altas são diversas. Entre as principais podemos destacar:

  • Aumento na demanda mundial por petróleo, provocada pela retomada econômica que avança junto com vacinação contra a Covid-19;
  • Redução na oferta de barris pelos países membros da Opep (Organização do Países Produtores de Petróleo) desde o início da pandemia. Mesmo com a retomada, a previsão é de normalização apenas no fim de 2022;
  • O dólar alto tem grande impacto no preço do petróleo.
  • A alta dos preços dos biocombustíveis. O álcool anidro (que representa 27,5% do litro de gasolina vendido na bomba) subiu 60% em 2021. Já o biodiesel acumula 70% de alta e está presente em 10% de cada litro de diesel.

Diante deste cenário desfavorável e que vai demorar para mudar, a solução é economizar o máximo que der. Confira 10 dicas para gastar menos combustível.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

1- Rode menos

Para gastar menos combustível, evite fazer várias saídas durante o dia. Ao fazer percursos curtos, o motor do carro não atinge a temperatura ideal de funcionamento e consome mais combustível. Organize a agenda para sair para os compromissos somente uma vez. Quando possível, faça os trajetos a pé ou de bicicleta. É mais saudável, sustentável e barato.

2- Reduza o uso do ar-condicionado

Sim, o ar-condicionado é imprescindível, especialmente nos grandes centros e no clima brasileiro. Mas também aumenta o consumo em até 15%. No começo da manhã ou à noite, desligue o ar-condicionado e abra a janela.

3- Utilize vias expressas e rodovias

Andando a 90 km/h por vias expressas ou rodovias, o consumo chega a ser metade do registrado em trajetos urbanos com semáforos e “para e anda”. Em uma conta rápida, é possível fazer um percurso rodoviário até 50% maior do que um urbano e gastar menos combustível.

4- Calibre os pneus

De acordo com a Continental, um carro com pneus com cinco libras a menos do que o recomendado gasta 10% mais combustível. Isto acontece porque a resistência ao rolamento é maior com os pneus murchos. Como se não bastasse, rodar com a calibragem incorreta reduz em até 25% a durabilidade do pneu.

5- Dirija de maneira suave

O grande segredo da condução econômica é a suavidade. Quem faz o estilo agressivo, que acelera com vontade nas saídas de semáforos e não aproveita o embalo do carro, gasta até 50% a mais no posto de combustíveis.

6- Mantenha a manutenção em dia

Carro regulado e com manutenção em dia tem tudo para gastar menos combustível. Siga à risca as recomendações e prazos de troca estabelecidos no manual de proprietário.

7- Fuja de postos com preços baixos

Desconfie de postos com preços menores do que a média. Combustível adulterado, além de ser um veneno para o motor do carro, resulta em um consumo mais elevado.

8- Carro mais leve, consumo menor

Você é daqueles que fazem do carro um armário ambulante? Segundo a Volkswagen, a cada 100 quilos extras de peso, um veículo consome um litro a mais a cada 100 quilômetros rodados. Hoje, essa diferença representa R$ 100 em 1.500 quilômetros, que é a média mensal que o brasileiro percorre de carro.

9- Prefira os carros compactos

Mais baixos, leves e com área frontal menor, os compactos são mais econômicos do que os SUVs.

De acordo com os dados do programa de etiquetagem veicular do INMETRO, em um sedã Volkswagen Virtus Comfortline 200 TSI, o proprietário vai gastar R$ 600 a menos em gasolina em um ano do que em um SUV também Volkswagen T-Cross Comfortline 200 TSI. 

Vale lembrar que os dois modelos compartilham plataforma e conjunto motriz e possuem dimensões internas e externas quase iguais.

10- Abasteça logo pela manhã

Conforme a temperatura ambiente sobe, aumenta a evaporação do combustível no tanque. Com ele fechado, um componente chamado cânister direciona esse vapor para ser consumido pelo motor. Ao abrir o tanque para abastecer nas horas mais quentes do dia, este vapor é liberado na atmosfera. Além de poluir, é dinheiro jogado fora. Assim, abastecer logo cedo com o clima ainda ameno é mais recomendado.

Economia com combustível e também com Seguro Auto

Gastar menos combustível é uma boa pedida, não é mesmo? Mas sabia que hoje em dia existem alternativas para também gastar menos com o seguro auto.

Uma dessas opções é o Seguro Auto Pay Per Use da Thinkseg. Nele, o segurado paga somente quando utiliza o carro. Assim, a precificação é muito mais justa. Afinal carro sem uso estacionado na garagem significa risco baixo. O Pay Per Use é uma parceria da Thinkseg com a Mapfre, umas das maiores seguradoras do mundo.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE