Auto

O que é direção elétrica?

Compartilhe em:

direção semiautônoma

No Brasil, sempre se usou o termo “direção hidráulica” para se designar os veículos com direção assistida. Isso porque até pouco anos atrás, quase todos os modelos tinham o sistema que usa uma bomba hidráulica ligada ao motor do carro para reduzir a força necessária para o motorista girar o volante. Eis que surgiu a direção elétrica e tudo mudou.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Diferenças entre a direção elétrica e hidráulica

A grande diferença entre a direção elétrica e hidráulica está em sua operação. A primeira depende de um sistema mecânico para funcionar. A caixa de direção conta com um sistema hidráulico movimentado por uma bomba. 

Esta, por sua vez, é ligada ao motor do carro pela correia de acessórios. Ou seja, para funcionar a direção hidráulica precisa da potência e do combustível do propulsor e necessita de um sistema com fluido hidráulico, reservatório e mangueiras de alta e baixa pressões.

Já a direção elétrica opera com um sistema próprio que dispensa o auxílio do motor do automóvel. Um motor elétrico instalado na caixa de direção é o responsável por reduzir o esforço na hora de girar o volante.

Por ser ligado à central eletrônica do veículo, o motor elétrico pode fazer variar a assistência, aumentando-a em manobras em baixas velocidades e reduzindo quando o veículo está a 120 km/h em uma estrada, por exemplo.

Os primeiros automóveis brasileiros a utilizarem a direção elétrica surgiram no começo dos anos 2000, entre eles o Fiat Stilo, Honda Fit e Citroën C3.

Vantagens da direção elétrica

As vantagens da direção elétrica são tantas que acabaram levando à quase extinção do sistema hidráulico entre os automóveis, ficando restrito apenas aos veículos pesados. Confira algumas delas:

  • Menor consumo de combustível: a direção elétrica depende apenas do sistema elétrico do carro para funcionar. Assim, sua influência no consumo de combustível é quase zero. Já a hidráulica é ligada diretamente ao motor e pode roubar até 4 cv de potência durante as manobras, elevando o consumo;
  • Redução na emissão de poluentes: por não depender do motor a combustão, a direção elétrica não gera emissões de poluentes. Além disso, ao não exigir o fluido hidráulico, não traz problemas de descarte;
  • Simplicidade: na direção elétrica, apenas um motor ligado à caixa de direção é necessário, ocupando pouco espaço e reduzindo o peso. A direção hidráulica, por sua vez, exige uma carcaça maior da caixa de direção, além da bomba hidráulica, mangueiras, reservatório e fluido;
  • Menos manutenção: raramente o motor da direção elétrica dá problemas e, quando isso acontece, basta substituí-lo. Já a direção hidráulica, além de exigir a troca do fluido, pode ter problemas de vazamento e na bomba hidráulica.
  • Integração com demais sistemas do carro: por estar ligada à central eletrônica do carro, a direção elétrica permite a integração com sistemas do veículo, como alerta de mudança involuntária de faixa, assistente ativo de manobras, assistente ativo de direção, entre outros.

E a direção eletro-hidráulica?

Existe também no mercado a direção eletro-hidráulica, que também foi praticamente extinta entre os automóveis. Porém, permanece firme e forte entre os veículos pesados. Como  o próprio nome diz, é um misto dos sistemas elétrico e hidráulico.

A direção eletro-hidráulica tem funcionamento igual ao da hidráulica. Um sistema com fluido acoplado à caixa de direção reduz o esforço necessário para girar o volante. A grande diferença é que a bomba hidráulica é alimentada por um motor elétrico e não pelo propulsor do veículo.

Apesar de não exigir potência do propulsor, a direção eletro-hidráulica ainda ocupa espaço no compartimento do motor, demanda maior manutenção e não permite a integração com outros sistemas do carro.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Saiba porque o seguro auto aumentou e o que contribuiu para a elevação
O cenário do mercado de seguros auto no Brasil tem passado por mudanças significativas nos últimos anos, refletindo diretamente...
Qual é o carro com preço de seguro mais barato em 2024?
No mercado de seguros automotivos, encontrar o equilíbrio perfeito entre proteção e custos é fundamental para os motoristas. Dentre...
Como pagar seguro auto somente por um mês. Isso é possível?
Nos últimos anos, a indústria de seguros tem passado por uma revolução notável, impulsionada pela tecnologia e pela busca...
Entenda como funciona seguro auto com franquia reduzida. Por que vale a pena?
Uma opção cada vez mais popular entre os proprietários de veículos é o seguro auto com franquia reduzida, uma...
Vai comprar carro em 2024? Confira as nossas dicas
O mercado automobilístico vai, aos poucos, se recuperando da queda nas vendas causada pela pandemia de Covid-19. Em 2023,...
Carros com difícil aceitação no seguro: o que fazer?
Na hora de adquirir um seguro para o seu veículo, muitos proprietários enfrentam um obstáculo significativo: a difícil aceitação...