Thinkseg
Auto

O segurado faleceu: o que fazer com o Seguro Auto?

Compartilhe em:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
renovação do seguro auto

Uma situação que ninguém gosta de enfrentar, mas que infelizmente não é rara, é a renovação do seguro auto de uma pessoa que faleceu. Seja devido a um acidente com o carro segurado ou por outras razões. A pergunta que fica é: quais medidas devem ser tomadas para que os herdeiros recebam a indenização ou possam continuar com a cobertura?

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Quando o segurado morre no sinistro

Como visto acima, temos duas situações diferentes que envolvem o falecimento do segurado que envolvem a renovação do seguro auto. A primeira delas é a quando a morte é causada pelo acidente. Neste caso há três variáveis:

1- O segurado falecido não possui cobertura de Acidentes Pessoais de Passageiros (APP)

Neste caso, a indenização será total ou parcial, conforme os danos do veículo segurado. Em caso de perda total, a indenização será dividida em 50% para o cônjuge e 50% para os herdeiros legais, e o seguro será cancelado.

Em caso de perda parcial, o veículo será reparado e entregue aos herdeiros e será necessário fazer uma alteração na apólice informando que o veículo pertence ao espólio do segurado que faleceu.

2- O segurado falecido possui cobertura de Acidentes Pessoais de Passageiros (APP)

Se a apólice do segurado falecido tiver a cobertura de Acidentes Pessoais de Passageiros, os herdeiros recebem a indenização integral no valor contratado. No caso de perda total do veículo, seu valor pela tabela FIPE. Nas perdas parciais, o veículo é reparado e devolvido.

3- O segurado falecido causou danos a terceiros


Se o segurado que morreu foi o causador do acidente e houve danos a terceiros, a cobertura de Responsabilidade Civil Facultativa garante a indenização total ou parcial a todos os envolvidos.

Renovação do Seguro Auto quando o segurado falece por outros motivos

E quando o segurado falece por outros motivos, como fazer a renovação do seguro auto? Neste caso, é preciso informar à seguradora que o segurado veio a óbito. Existe um processo de inventário para regularização da divisão de bens em curso. Será necessária uma alteração no perfil de uso na apólice para incluir o novo condutor do veículo.

Se o seguro do veículo vencer durante o processo de inventário, o nome do segurado continua na apólice. Neste caso, mantém-se a observação de que há um inventário e o veículo está no espólio. Se houver um sinistro durante o processo de inventário, basta comunicar em juízo ou no cartório que o veículo teve um sinistro. Desta forma, a companhia vai indenizar.

Ao fim do inventário, pode-se transferir o seguro a um dos herdeiros legais. Inclusive mantendo a classe de bônus, independentemente se o veículo segurado for o do falecido ou não. Outra opção na hora de fazer a renovação do seguro auto é optar pelo cancelamento da apólice.

Como funciona a cobertura APP?

O seguro de acidentes pessoais de passageiros (APP) é uma cobertura opcional. Ela é oferecida na hora da contratação do seguro auto. Com ela, todos os passageiros do veículo segurado são indenizados caso sofram algum ferimento ou morte decorrentes de um sinistro. 

Estão cobertas despesas:

  • Médico-hospitalares;
  • Invalidez parcial ou total;
  • Morte

Se ocorrer o falecimento de um ou mais passageiros, os herdeiros ou parentes próximos recebem a indenização com o valor total contratado.Os valores das indenizações são estipulados pelo próprio segurado na hora da contratação. Eles variam entre R$ 10 mil e R$ 100 mil. Em média, os valores ficam em torno dos R$ 20 mil.

O seguro APP não costuma onerar muito o preço total do seguro auto. Varia entre R$ 20 e R$ 100, de acordo com os valores das indenizações definidos pelo segurado. Porém, se contratado separadamente, tem valor semelhante.

Seguro APP é a mesma coisa que a cobertura RCF-V?

Não. O seguro de acidentes pessoais de passageiros indeniza apenas os passageiros do veículo segurado. Já a Responsabilidade Civil Facultativa de Veículos (RCF-V) é uma outra cobertura. Ela visa indenizar os ocupantes de outros veículos envolvidos no sinistro por danos materiais ou corporais.

Conheça a cobertura RCF-V

Uma das coberturas mais importantes de uma apólice de seguro é a de Responsabilidade Civil Facultativa de Veículos (RCF-V). Basicamente, a RCF-V é uma cobertura de danos para terceiros. Se você é o causador de um acidente que envolva outros veículos ou pessoas, os prejuízos causados serão pagos pela sua seguradora. Estão cobertos:

Danos materiais

Irá reparar os danos causados ao veículo do terceiro envolvido na colisão. Sejam eles parciais (carroceria, componentes mecânicos, vidros, faróis, lanternas e retrovisores, entre outros), além da indenização por perda total.

Danos corporais

Como o próprio nome diz, esta cobertura garante indenização para despesas com danos físicos que os ocupantes do outro veículo sofram e que requeiram cuidados médicos ou internação. Além de se responsabilizar pelo tratamento, a seguradora também pode cobrir uma indenização em caso de falecimento da outra pessoa envolvida.

Invalidez permanente

Prevê o pagamento de uma indenização caso o terceiro sofra algum tipo de lesão que cause uma invalidez permanente.

Danos morais

Paga as custas de processos cíveis ou penais que venham a ocorrer em decorrência do acidente. Isso inclui custos advocatícios e indenizações por danos morais.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Porsche ou BMW? Conheça empresas que oferecem planos de aluguéis de carros de luxo por uma hora ou meses
Você é louco por marcas de carros famosas, porém não tem condições de estacionar um modelo de luxo, um...
O que é e como funciona o cartão de combustível
Quem tem ou administra frotas de veículos, sejam elas pequenas, médias ou grandes, já deve ter ouvido falar no...
Rodas grandes: desempenho ou só estética?
Não dá para negar que um belo jogo de rodas faz toda a diferença no carro. Prova disso é...
A cor do seu carro pode afetar o preço do seu seguro?
Uma das partes mais legais de comprar um modelo zero quilômetro é poder escolher a cor do carro. Muito...
12 que você não pode deixar de ter dentro do carro
Foi-se o tempo em que se levava apenas luvas no porta-luvas. Não que elas não sejam importantes (já experimentou...
Os cinco melhores carros bons e baratos para jovens
Pode parecer que não, mas o público jovem está entre os mais exigentes quando o assunto é escolher carro....