Auto

De quanto em quanto tempo devo trocar o pneu do carro?

Compartilhe em:

Vida útil do pneu quando trocar pneu do carro

Os pneus do carro são componentes essenciais para a segurança e o desempenho do veículo. Saber quando trocar pneu do carro e como aumentar sua vida útil é fundamental para garantir uma condução segura e econômica. Separamos os principais pontos a serem observados nos pneus para determinar se é hora de trocá-los e oferecer dicas práticas para prolongar sua durabilidade.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Verificando a data de fabricação

Uma das primeiras coisas a verificar ao decidir quando trocar pneu do carro é a data de fabricação dos pneus. Os pneus têm uma vida útil limitada, mesmo que nunca tenham sido usados. A data de fabricação pode ser encontrada na lateral do pneu, representada por um código de quatro dígitos, onde os dois primeiros indicam a semana e os dois últimos o ano de fabricação. Geralmente, é recomendável substituir pneus com mais de seis anos de idade, mesmo que aparentem estar em boas condições.

Profundidade dos sulcos

A profundidade dos sulcos é um indicador crucial da condição dos pneus. Sulcos desgastados comprometem a capacidade de tração e a capacidade de escoamento de água, aumentando o risco de aquaplanagem. 

No ombro do pneu, há uma seta com a inscrição TWI (sigla do inglês Tread Wear Indicator, Indicador de Desgaste). Ela indica a direção que está um marcador nos sulcos do pneu. Quando este marcador – uma pequena saliência de borracha – estiver na mesma altura da banda de rodagem, chegou a hora de trocar.

Também é possível usar um medidor de profundidade de sulcos ou um paquímetro para verificar se eles têm pelo menos 1,6 milímetros de profundidade, o mínimo legal em muitas regiões. No entanto, para garantir um desempenho seguro, é recomendável substituir os pneus quando os sulcos atingirem 3 milímetros de profundidade. É importante entender isso antes de definir quando trocar pneu do carro.

Desgaste irregular

O desgaste irregular dos pneus pode indicar problemas de alinhamento, balanceamento ou suspensão, que devem ser feitos a cada 10 mil quilômetros. Faça inspeções regulares para identificar áreas de desgaste anormal, como bordas desgastadas, áreas lisas no centro ou em pontos específicos. Caso encontre desgaste irregular, corrija os problemas mecânicos e considere a substituição dos pneus afetados.

Bolhas e cortes

Danos visíveis, como bolhas, cortes profundos ou protuberâncias na superfície do pneu, são sinais claros de que a substituição é necessária. Bolhas podem indicar problemas internos, enquanto cortes comprometem a estrutura do pneu e sua capacidade de suportar a carga do veículo. Se encontrar algum desses problemas, não hesite em trocar o pneu.

Pressão dos pneus

Manter a pressão correta dos pneus é fundamental para prolongar sua vida útil. Pneus com pressão inadequada podem desgastar-se de forma irregular e diminuir a eficiência de combustível. Verifique a pressão dos pneus quinzenalmente, seguindo as recomendações do fabricante, e lembre-se de fazê-lo quando os pneus estiverem frios.

Rodízio de pneus

O rodízio dos pneus é uma prática importante para garantir que eles desgastem de maneira uniforme. Os pneus dianteiros tendem a desgastar-se mais rapidamente devido ao peso do motor, à tração e às curvas. Faça o rodízio dos pneus de acordo com o intervalo recomendado no manual do proprietário ou a cada 10.000 a 12.000 quilômetros para prolongar sua vida útil.

Balanceamento e alinhamento

Mantenha o alinhamento e o balanceamento do carro em dia. O ideal é a cada 10 mil quilômetros. Desalinhamento e desbalanceamento podem causar desgaste irregular dos pneus. Verifique regularmente o alinhamento da direção e faça o balanceamento dos pneus sempre que sentir vibrações anormais durante a condução.

Evite sobrecarga

Não sobrecarregue o veículo, pois isso coloca pressão adicional nos pneus, levando a um desgaste prematuro. Consulte o manual do proprietário para saber qual é a capacidade de carga recomendada e evite excedê-la.

Dirija com suavidade

Práticas de direção agressivas, como acelerações e frenagens bruscas e curvas acentuadas, podem acelerar o desgaste dos pneus. Dirija com suavidade e evite choques desnecessários para preservar a vida útil dos pneus.

Escolha pneus de qualidade

Na hora de substituir os pneus, invista em pneus de qualidade de marcas respeitáveis. Pneus de boa qualidade tendem a durar mais tempo e oferecer um desempenho melhor em termos de aderência e resistência ao desgaste.

Manter os pneus do seu carro em boas condições é essencial para a segurança, a eficiência de combustível e a economia a longo prazo. Ao observar a data de fabricação, a profundidade dos sulcos, o desgaste irregular e outros sinais de desgaste, você pode determinar quando trocar pneu do carro. 

Além disso, seguir práticas de manutenção adequadas, como rodízio, balanceamento e alinhamento, ajuda a prolongar a vida útil dos pneus e economizar dinheiro a longo prazo. Lembre-se de que a segurança na estrada deve sempre ser a prioridade número um, e pneus em bom estado desempenham um papel crucial nisso. Portanto, cuide bem dos seus pneus e desfrute de uma condução segura e suave.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Carros baratos 2023 - Veja quais são
Com a escalada de preço dos carros no Brasil nos últimos quatro anos, está cada vez mais difícil encontrar...
Contratar um seguro de carro sem corretor é confiável?
A contratação de um seguro de carro está mais acessível do que nunca, graças à disponibilidade de opções online....
Seguro de carro é mensal ou anual?
O seguro de carro é um componente essencial para a proteção financeira dos motoristas em todo o mundo. Ele...
Como funciona a vistoria do seguro auto?
Sempre que um segurado faz a contratação de um seguro auto de um carro usado, é necessária a realização...
Quando se paga a franquia do veículo?
A franquia do veículo é um termo que frequentemente causa dúvidas e questionamentos entre os proprietários de automóveis no...
Estamos em um bom momento para comprar um carro?
O final de ano se aproxima e muita gente aproveita a data – e o 13° salário – para...