ThinkNews
Auto

Conheça as infrações de trânsito que envolvem as placas de carro

Compartilhe em:

placas de carro

Pouca gente dá importância para as placas de identificação do veículo. Muitos, depois que compram o carro, nunca mais dão uma olhadinha sequer para elas. Entretanto, são as placas de carro as responsáveis por “mostrar” às autoridades quem está conduzindo e quem é o responsável por aquele veículo.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

A identidade do seu carro

Por ser a principal “identidade”, as placas de carro precisam estar sempre em perfeitas condições, sem quaisquer alterações. A iluminação deve estar funcionando, dentro dos padrões e, no caso das placas cinzas, com o lacre intacto. Há uma série de infrações no CTB (Código de Trânsito Brasileiro) relacionadas às placas de carros. Confira:

Infrações relacionadas às placas de carro

Placas ilegíveis

As placas – sejam elas as antigas cinzas ou as atuais padrão Mercosul – são confeccionadas por empresas particulares credenciadas pelos Detrans (Departamentos de Trânsito) estaduais. Cada uma delas têm seu controle de fabricação. Porém, com o passar dos anos, algumas placas de qualidade inferior começam a desbotar, tornando-se ilegíveis. 

A utilização de produtos químicos na limpeza, exposição prolongada ao sol ou falta de limpeza também contribuem para o desbotamento das placas de carros. Então veja o que diz o artigo 230 do CTB:

É infração gravíssima sujeita a multa de R$ 293,47, perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), apreensão e remoção do veículo conduzir veículo:

  • Com o lacre, a inscrição do chassi, o selo, a placa ou qualquer outro elemento de identificação do veículo violado ou falsificado;
  • Sem qualquer uma das placas de identificação; e
  • Com qualquer uma das placas de identificação sem condições de legibilidade e visibilidade

Luz traseira de placa queimada

Quando foi a última vez que você conferiu se a luz de placa traseira de seu veículo estava funcionando? O esquecimento pode mexer no bolso. De acordo com o artigo 250 do CTB, trafegar sem a luz de placa à noite é infração média passível de multa no valor de R$ 130,16 e quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Placa coberta, adulterada ou decorada

Há quem cole adesivos nas placas de carro como decoração (bandeirinhas do estado, fitinhas do Nosso Senhor do Bonfim). Outros adulteram ou cobrem para não serem pegos pela fiscalização e poderem cometer infrações à vontade, especialmente nos dias de rodízio na cidade de São Paulo.

Qualquer um dos casos é enquadrado pelo artigo 221 do CTB. Ele afirma que portar no veículo placas de identificação em desacordo com as especificações e modelos estabelecidos pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito) também é infração média. Portanto, a penalidade é multa de R$ 130,16 e retenção do veículo para regularização e apreensão das placas irregulares.

Atenção ao transportar bicicletas na traseira do carro

Se você costuma transportar bicicletas em suportes montados na traseira do veículo, atenção. A prática pode ser enquadrada no artigo 230 se a placa ficar encoberta pelas bikes. A solução é a confecção de uma placa extra que deve ser pendurada em local visível.

Portanto, levar as bikes penduradas na traseira do carro requer outros dois pontos de atenção:

  1. As bicicletas não podem ultrapassar os limites de largura do carro. O artigo 231 especifica que “transitar com veículo cujas dimensões ou de sua carga sejam superiores aos limites estabelecidos legalmente ou pela sinalização, sem autorização, é infração grave, com multa de R$ 195,23, cinco pontos no prontuário da CNH e retenção do veículo para regularização.”
  2. As luzes de sinalização traseiras também não podem ficar encobertas pelas bikes. Caso contrário, o condutor também vai cometer uma infração grave, com multa de R$ 195,23, cinco pontos no prontuário da CNH e retenção do veículo para regularização.

Placas em dia, seguro mais em conta

Agora que você sabe tudo sobre placas de carro, que tal conhecer o Seguro Auto Pay Per Use da Thinkseg? Essa nova modalidade permite que você pague o seguro apenas quando utilizar o veículo, gerando uma bem-vinda economia.

O Pay Per Use é um seguro completo e pago por uso. Além disso você faz a contratação, a vistoria do carro e o cancelamento da apólice pelo próprio celular, sem necessidade de ligações ou atendimento pessoal. 

Quer começar a economizar com um seguro auto sob medida para o seu uso? Faça a sua cotação do seguro auto Pay Per Use

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Dúvidas sobre a CNH Social? O Detran esclarece
Não dá para dirigir sem CNH ou permissão para dirigir, não é mesmo? Se a grana está curta para...
Vazamento de água no carro: como identificar e o que fazer?
Um belo dia você sai da garagem e vê que há uma poça de água debaixo do carro. Se...
Direitos e deveres dos motoristas com os carros elétricos
A frota de carros elétricos não para de crescer no Brasil. Os modelos 100% elétricos tiveram 3.395 emplacamentos no...
Inmetro: saiba quais são carros mais econômicos de 2022
Apesar das ligeiras quedas no segundo semestre de 2022, o preço dos combustíveis continua alto no Brasil. Quem roda...
Quatro motivos para lavar o carro uma vez por mês
Nem todo mundo tem o hábito de lavar carro com frequência. Entretanto, a prática não é só prejudicial para...
Se eu atropelar um bichinho, meu seguro auto oferece cobertura?
Não é raro encontrar animais soltos nas ruas ou na beira de rodovias. Infelizmente, muitos estão perdidos ou foram...