Auto

Dicas de como financiar seu carro

Compartilhe em:

como financiar carro

Entenda os detalhes de como financiar seu carro e dicas sobre o assunto

Dúvidas sobre como financiar seu carro são comuns. O investimento é grande, o tempo para o pagamento é longo e o bem que se compra com este artifício é sempre de muita importância. 

É possível financiar casas, carros, motos e estudos. Para isso, é necessário entender e ter em mente como vai funcionar todo o processo. Da contratação do serviço aos juros e a quantidade de parcelas, o financiamento deve ser estudado com detalhes e analisado com calma.

O que é o financiamento?

Financiamento é um tipo de empréstimo específico para a compra de bens duradouros. Por isso, as taxas de juros são menores e as facilidades se encontram em muitas etapas do caminho. 

O financiamento atua como um pagamento parcelado no cartão de crédito. Cada lugar possui suas taxas específicas de juros, seus pré-requisitos e uma linha de crédito específica.

Para financiar a compra de algum bem, é preciso solicitar o crédito em alguma das inúmeras instituições financeiras existentes no Brasil. 

Geralmente, é necessário comprovar sua renda e verificar se o nome está limpo no SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) e/ou no Serasa. Tenha em mente que o nome sujo pode atrapalhar seus planos de financiamento, ok? 

Caso você seja qualificado para tal, o próximo passo é saber o valor das parcelas mensais e qual é o acréscimo no valor total. 

Separamos algumas dicas valiosas sobre como financiar seu carro e dicas práticas para garantir que você não acabará entrando em uma dívida maior do que pode pagar. Olha só:

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Vantagens e desvantagens do financiamento

O principal benefício de financiar um bem é que você não precisa esperar juntar dinheiro ou ter toda a quantia da entrada para usufruir dele. Assim que o seu financiamento é aprovado, você já pode ir à agência e comprar seu carro. 

Outra boa vantagem é a de que alguns bancos financiam até 100% do valor. Além disso, podem considerar a renda total familiar para conceder o crédito. Tudo vai depender do lugar que optar para pedir o financiamento. Por isso a pesquisa é tão importante na escolha.

O lado ruim de precisar de um financiamento para a compra é que mesmo com a taxa de juros sendo considerada baixa, ela influencia diretamente no valor total final.

Por ser uma opção que te dá a possibilidade de usufruir do que irá comprar imediatamente, diferente do consórcio, por exemplo, os juros são mais altos. 

Falando nisso, um detalhe é importantíssimo: faça as contas de quanto será o valor total que você irá pagar. A burocracia é grande, inúmeros documentos e comprovações são necessárias.

Parcelas atrasadas por muito tempo, podem te deixar com nome sujo. Um financiamento pode ser a solução dos seus problemas, mas é preciso levá-lo a sério, ok? Veja como financiar seu carro a seguir.

Entenda como financiar seu carro

financiamento de carro

Existem duas formas principais de realizar este financiamento:

  • Crédito Direto ao Consumidor (CDC);
  • Leasing.

O Crédito de Direito ao Consumidor, por exemplo, funciona com o consumidor pedindo este financiamento ao banco da sua preferência. 

O veículo comprado fica alienado ao banco até que você termine de pagar o valor total. O consumidor tem a posse do veículo e pode utilizá-lo normalmente. Porém,, em caso de inadimplência, o banco pode entrar com uma ação judicial e recolher o veículo. 

O que acontece aqui é que o carro é leiloado e o valor que sobrar de todos os procedimentos é devolvido ao comprador.

Já no Leasing, quem compra o veículo é um banco ou uma empresa especializada neste tipo de crédito. 

O carro fica, basicamente, alugado com quem comprou e só é considerado o dono do veículo quando terminar de pagar as parcelas. 

É importante ressaltar que neste tipo de financiamento, no caso de não conseguir pagar o valor mensal do empréstimo, o carro é recolhido e o consumidor não recebe nenhuma porcentagem do valor que pagou.

Dicas para um financiamento 

A primeira dica e mais importante de todas é ter paciência para fazer uma pesquisa minuciosa de taxas, facilidades e propostas. 

Separe o tempo necessário para conversar com bancos e empresas de empréstimo o para entender todas as especificações.

No caso de um orçamento apertado, considere os veículos seminovos. Os custos totais são menores e, consequentemente, menor é a quantia que precisa ser solicitada.

Veja quais são os custos adicionais às transações. O Custo Efetivo Total (CET), por exemplo, é uma taxa cobrada pelo financiamento e que vale a pena comparar esse valor.

IPVA, seguro e manutenção são valores que também precisam estar no seu planejamento financeiro. Além disso, considere também as cooperativas financeiras (ou de crédito) para completar sua pesquisa sobre como financiar seu carro. 

A importância do seguro para seu novo veículo

A relevância de se contratar um seguro para o seu veículo é indiscutível. Agora que já entendemos como financiar seu carro, precisamos pensar em como assegurá-lo caso aconteça alguma coisa depois da compra. 

Você já ouviu falar no novo conceito de seguro auto pago por uso? Pois é! Você paga uma taxa mensal fixa, pelo cartão de crédito, e alguns centavos são cobrados por quilômetro rodado no mês. 

As facilidades desse tipo de seguro são muitas: cancelamento e contratação sem burocracia, os valores costumam ser mais justos e a economia pode chegar a 50% ao compararmos com um seguro convencional. 

Vale lembrar que tudo isso deve entrar no seu planejamento para organizar o orçamento da melhor forma possível!

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

20 carros mais sustentáveis nos dias de hoje
Segundo dados do Relatório de Emissão Veiculares da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), os carros são...
Saiba como consultar pontuação da CNH
Entre as novas leis do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), em vigor desde o dia 12 de abril de...
Tabela Fipe: O que é e como influencia no preço do seguro?
Seja na hora de comprar ou vender seu carro, seja na hora de fazer o seguro, você já deve...
4 motivos para realizar a manutenção preventiva do seu carro!
Se você é daqueles que têm pavor de ficar parado na rua com o carro quebrado, preste atenção: fazer...
Álcool ou gasolina: como calcular o custo de viagem de carro?
Não parece, mas em 2023 vão se completar 20 anos do lançamento do primeiro carro bicombustível brasileiro. Até a...
5 vantagens dos veículos autônomos
Nos últimos 20 anos, o mundo viveu uma verdadeira revolução tecnológica. No começo dos anos 2000, a internet ainda...