Auto

Carro alienado: saiba o que é

Compartilhe em:

Carro alienado

Entenda o que é um carro alienado e veja como esse conceito pode impactar na hora de comprar ou vender um veículo!

Uma opção de financiamento que costuma baratear a compra de um veículo é o contrato de alienação fiduciária. Você sabe o que é isso?

Por meio dele, você usa o próprio automóvel como uma garantia do pagamento da dívida. O veículo então passa a ter a nomenclatura de carro alienado. Essa situação permanecerá ativa até que o proprietário quite a dívida.

Um dos principais pontos deste tipo de operação é que se você não mantiver as parcelas em dia, o banco ou a financeira podem levar seu automóvel.

Veja como funcionam os processos que envolvem um carro alienado.

Posso vender um carro alienado?

Você cogita a ideia de vender seu carro alienado para adquirir um novo automóvel? Neste caso, a recomendação de especialistas é que você só realize esse processo após pagar todas as parcelas pendentes do contrato.

Da mesma forma, se a sua intenção é realizar a venda apenas para se livrar da dívida, saiba que ainda assim a operação continuará em vigor.

Portanto, para tentar resolver esse dilema, é possível seguir por dois caminhos distintos:

  1. Pagar todas as parcelas e quitar o financiamento
  2. Encontrar um comprador disposto a pagar a dívida ativa

No caso de você encontrar uma pessoa interessada, é necessário realizar o processo de transferência, que deve ser aprovada pelo banco credor ou instituição financeira.

Para realizar esse processo, entre em contato com o banco ou com a financeira que elaborou o contrato. Verifique se a transferência do financiamento do seu veículo foi liberada e quais são os próximos passos.

Como você viu, vender um carro alienado pode demandar mais energia do que você imagina. É justamente por isso que a melhor abordagem é simplesmente quitar as parcelas em aberto e daí então buscar por interessados em seu veículo.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Posso comprar um carro alienado?

O que é carro alienado

Se por acaso você é alguém interessado em comprar um veículo que ainda consta como alienado, precisa pensar muito bem antes de assumir essa dívida. Mesmo que a compra seja liberada pelo banco ou financeira, esse momento de análise é vital para uma decisão acertada.

Ao invés de simplesmente assumir as dívidas, que tal buscar uma negociação com o vendedor, pagando as demais parcelas e quitando o financiamento? Essa escolha é uma opção vantajosa para ambos os interessados.

Isso porque, depois que o contrato de alienação fiduciária é finalizado, o veículo não fica mais restrito à venda. Ele pode ser vendido normalmente, facilitando assim o repasse da documentação.

Caso você aceite assumir o pagamento das mensalidades restantes, verifique se as parcelas do financiamento até o momento realmente foram pagas. Só depois dessa confirmação você pode tomar uma decisão.

Outra dica para agilizar o processo de compra é negociar com o vendedor a quitação do financiamento. Um empréstimo pessoal pode facilitar e acelerar a aquisição do veículo em questão.

Como saber se um veículo está alienado?

Para saber se um carro está alienado ou não, você vai precisar da placa do veículo e do número do Renavam.

O Renavam é o Registro Nacional de Veículos Automotores e pode ser encontrado no documento do carro ou da moto.

Com esses dois dados, você vai seguir o passo a passo baixo. Vamos usar o exemplo de São Paulo, mas dos outros estados é bem parecido:

  • Acessar o site do Detran do seu estado;
  • Clicar em “Veículos”;
  • Clicar em “Veículo financiado ou quitado”;
  • Para fazer a pesquisa, você precisará fazer um cadastro ou informar seu CPF e responder algumas questões.

Como funciona o financiamento de automóveis?

De acordo com o Banco Central (BC), as operações de crédito se dividem em financiamentos e empréstimos. Em ambos os casos, o consumidor pode usar o próprio bem que será financiado como uma forma de garantia. Essa opção diminui os riscos para o banco/financeira e acaba gerando taxas de juros menores para o comprador.

Durante o processo de financiamento, os credores fazem uma análise de crédito, avaliam o bem a ser adquirido e verificam se o consumidor possuir formas de garantir o pagamento da dívida.

No caso de veículos, o processo de financiamento recebe o nome de Crédito Direto ao Consumidor. Ele é concedido por uma instituição financeira em parceria com a loja ou empresa que está a comercializar o carro, após efetuar o registo e análise de crédito do cliente.

Qual é a diferença entre consórcio e financiamento?

Diferente de um financiamento padrão, quando adquire um consórcio de automóvel, você tem que pagar parcelas e acompanhar os sorteios mensais. Se por acaso for premiado, pode retirar o automóvel.

Em linhas gerais um consórcio representa um grupo de pessoas interessadas no mesmo bem. 

Um dos seus principais diferenciais é que as parcelas em questão não costumam ser fixas. Elas podem variar (para cima ou para baixo) dependendo do preço do veículo na tabela.

Outra diferença em relação aos financiamentos é que não há cobrança de juros. Há apenas uma taxa de administração informada no momento da contratação.

Posso contratar um seguro de carro alienado?

Sim, é possível contratar um seguro auto para um carro alienado. O único porém é que muitas vezes existem algumas condições diferenciadas, quando comparadas com a compra de um veículo que não está sob efeito de um contrato de alienação.

A primeira delas é que em um seguro de veículo alienado, são inclusos o cliente, a segurada e a instituição financeira. 

A seguradora pode estar disposta a pagar ao cliente as parcelas restantes para o encerramento do financiamento. Ou então o próprio segurado pode utilizar o dinheiro da indenização para fazer esse procedimento de quitação.

De qualquer forma, se comprar um carro alienado, preste bastante atenção nos pontos levantados ao longo do artigo e conte com um seguro auto confiável e capaz de proteger a sua nova aquisição.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

20 carros mais sustentáveis nos dias de hoje
Segundo dados do Relatório de Emissão Veiculares da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), os carros são...
Saiba como consultar pontuação da CNH
Entre as novas leis do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), em vigor desde o dia 12 de abril de...
Tabela Fipe: O que é e como influencia no preço do seguro?
Seja na hora de comprar ou vender seu carro, seja na hora de fazer o seguro, você já deve...
4 motivos para realizar a manutenção preventiva do seu carro!
Se você é daqueles que têm pavor de ficar parado na rua com o carro quebrado, preste atenção: fazer...
Álcool ou gasolina: como calcular o custo de viagem de carro?
Não parece, mas em 2023 vão se completar 20 anos do lançamento do primeiro carro bicombustível brasileiro. Até a...
5 vantagens dos veículos autônomos
Nos últimos 20 anos, o mundo viveu uma verdadeira revolução tecnológica. No começo dos anos 2000, a internet ainda...