Auto

Como levar as crianças no carro em segurança?

Compartilhe em:

Mulher realizando o transporte de criança no carro

Descubra as melhores práticas para manter a segurança dentro dos automóveis e proteger a vida das crianças no trânsito

Transporte de criança em automóveis é coisa séria. Levar os pequenos dentro dos veículos exigem cuidados especiais para que, em caso de acidentes, eles estejam protegidos da melhor forma possível.

Mas você conhece as regras e melhores práticas para manter as crianças seguras dentro dos automóveis? Preparamos um conteúdo especial para tirar todas as dúvidas e te ensinar a protegê-las da maneira correta.

Confira todas as dicas, recomendações e, principalmente, o que não fazer em relação a esse assunto. Continue lendo até o final!

O que diz o Código Brasileiro de Trânsito sobre o transporte de criança?

A lei brasileira para o transporte de criança diz que pessoas em idade inferior a 10 anos devem estar sempre no banco traseiro, devidamente protegidas de acordo com seu peso e faixa etária. Assim, é importante se atentar para a compatibilidade do acessório de proteção com os pequenos. É ele que vai dar a melhor prevenção no caso de acidentes.

Para facilitar a procura e compra do acessório responsável pela proteção da criança, basta conferir as categorias existentes e exigidas pelo Código Brasileiro de Trânsito:

  • Bebê-conforto: usado por crianças até 1 ano e com peso até 10 kg (alguns modelos aceitam até 15 kg). Deve ser posicionado de forma que a criança fique olhando para a parte de trás do veículo. Assim, no caso de uma batida frontal, a chance de lesões é reduzida drasticamente.
  • Cadeirinha: destinada para crianças com idade entre 1 e 4 anos, mas com o acessório voltado para a frente do veículo.
  • Assento de elevação: a partir dos 4 anos, a criança passa a usar um assento para ficar na altura do cinto de segurança do veículo. Esse assento só deve deixar de ser utilizado quando a criança atingir o tamanho suficiente – 1,45 m.

Além de comprar o equipamento recomendado, é importante sempre verificar se o item possui o selo de segurança do Inmetro, que é o órgão responsável por garantir a qualidade dos produtos em território brasileiro. Isso vale, principalmente, para acessórios importados de outros países, como os Estados Unidos.

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

Leia mais no blog: Os desafios da mobilidade urbana nas grandes cidades.

Quais os riscos de não fazer o transporte de criança corretamente?

Segundo estudos recentes dos órgãos de trânsito, o uso do equipamento correto de segurança para crianças aumentam as chances de sobrevivência em 71%. Por isso, é fundamental que os pais se preocupam em levar os filhos em segurança, mesmo que o percurso até o destino for extremamente reduzido.

Criança no carro

Estatísticas de acidentes com crianças

Apesar das constantes campanhas de conscientização, o trânsito ainda mata cerca de 3 crianças por dia – considerando a faixa etária de 0 até 14 anos. Muitas dessas mortes poderiam ser evitadas se os protocolos de segurança fossem seguidos à risca.

E os números não param por aí. Segundo o site Criança Segura Brasil, no último levantamento feito em 2017, cerca de 32% das mortes de crianças na faixa etária mencionada anteriormente foram pelo trânsito. É realmente um número assustador.

Ainda considerando as estatísticas disponibilizadas no site, crianças de 1 até 4 anos são as principais vítimas no trânsito, seguidas por crianças de 10 até 14 anos, menores que 1 ano e, por último, crianças de 5 até os 9 anos.

Penalidades pelo não cumprimento da lei

Quem descumpre a lei de segurança para transporte de criança sente no bolso as consequências da ação. Atualmente, conforme a resolução 277 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), o motorista que for flagrado sem a proteção adequada para crianças será penalizado por uma infração gravíssima. Neste caso, o veículo ficará retido até que a situação seja corrigida.

Sobre os valores, desde 2016, a lei estabelece o valor da multa para essa categoria em R$ 293,47. Já na carteira de habilitação, o motorista perderá 7 pontos pela infração e precisará se adequar para não repetir o erro e estourar o máximo de pontos permitidos.

Cuide das suas crianças e de toda a família

Como vimos, o transporte de criança é coisa séria e precisa de muita atenção por parte dos pais. Simples atitudes, podem ser decisivas para salvar a vida dos pequenos. Seguindo as recomendações da lei e investindo pouco nos equipamentos de proteção, é plenamente possível diminuir os riscos em caso de acidentes.

Assim, além de investir apenas no seguro auto para proteger seu veículo, é possível investir nos acessórios de segurança para transportar toda a família tranquilamente e, desse modo, fazer passeios inesquecíveis. 

Portanto, proteja as crianças com os acessórios adequados, sempre use o cinto de segurança em qualquer trajeto – o mesmo vale para os passageiros – e nunca dirija após consumir bebidas alcoólicas.

Com esses passos feitos, boa viagem!

COTAR SEGURO AUTO PAY PER USE

O que o seu gosto por carro diz sobre você?
Você sabia que o carro diz muito sobre a personalidade da pessoa? E não pense que é possível avaliar...
Como organizar os gastos com o carro no início do ano?
A vida adulta nos traz algumas certezas. Uma delas é que todos os anos, logo nas primeiras semanas de...
Quais os benefícios de comprar um carro com direção hidráulica?
Até meados da década de 2000, apenas os carros mais caros vinham equipados com a direção hidráulica, ou seja,...
Quais os carros mais robustos do mercado?
Alguns carros ou marcas ganharam a fama de inquebráveis ao longo dos anos. E a boa imagem não foi...
Quais os melhores carros para trilha?
As férias de verão estão aí e nada melhor do que escolher um destino bacana e ir viajar. Entretanto,...
Os melhores tipos de faróis para as ocasiões do dia a dia
Os faróis são itens de fundamental importância para qualquer carro e possuem características de projeto bastante específicas e que...